Prefeitura de Faxinal entrega nova ambulância para o Samu

Autoridades participam de solenidade de entrega de ambulância do Samu

Autoridades participam de solenidade de entrega de ambulância do Samu

Na manhã da quinta-feira, 12 de maio, a Prefeitura de Faxinal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, fez o repasse de uma nova ambulância ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que dará mais agilidade ao atendimento de urgência e emergência à população faxinalense.

A entrega foi realizada em frente à prefeitura, com a presença do prefeito Ylson Álvaro Cantagallo, o Gallo; do secretário de Saúde, Fernando Decarle Campos; do secretário de Planejamento, Vinícius Theodorovicz Costa; do enfermeiro e coordenador do Samu, Osvaldo Pardim Leite; e vereadores Édi Willian dos Santos, Marcela Carvalho Rodrigues, Carlinhos Vila, Carlinhos do Cantinho do Coração e Clarice Portela.

O prefeito Gallo falou sobre a importância da chegada do veículo para o Samu do município. “Sem dúvida, é uma grande conquista para nossa cidade, pois a outra ambulância apresentou problemas em novembro do ano passado e estávamos usando uma ambulância cedida pelo município para realizar os atendimentos de urgência e emergência”, salienta. O prefeito destacou o caráter regional do Samu, que além de atender Faxinal, também se desloca para Borrazópolis, Mauá da Serra e Grandes Rios, mas o custo desse serviço ainda é todo coberto pela Prefeitura de Faxinal.

O prefeito Gallo também fez um agradecimento ao Governo do Estado, pelo apoio para a liberação da ambulância. “Não posso deixar de agradecer ao governador Carlos Massa Ratinho Júnior, ao secretário de Estado da Saúde, César Neves e ao deputado estadual Alexandre Curi, além de nossos vereadores, por mais esta conquista para o município”, completou o gestor.

A Unidade Móvel do Samu de Faxinal atende casos de urgência e emergência e é responsável pelo suporte a acidentes na rodovia PR-272 entre Porto Ubá e Mauá da Serra, além de atender toda a malha rodoviária entre Apucarana e Ortigueira, devido à desativação das praças de pedágio e serviços da Rodonorte.