Interjeição

As classes de palavras da Língua Portuguesa são divididas em 10. Uma delas é a Interjeição.

O que é Interjeição?

A interjeição diz respeito às palavras invariáveis que expressam emoções e sentimentos de diferentes formas, costumando ser sempre seguidas de um ponto de exclamação logo depois delas ou no final das frases em que aparecem.

Essas palavras são chamadas de invariáveis porque, na maioria das vezes, não variam conforme plural, singular feminino ou masculino dentro das frases.

Tipos de interjeição

De modo geral, as interjeições podem ser classificadas como:

- Locuções interjetivas (uma ou duas palavras que juntas servem como uma interjeição) : “Meu Deus!”, “Virgem Maria!”, “Cruz-Credo!”, “Ora Bolas!”, “Ai de mim!”

- Sons Vocálicos, como: “Ah!”, “Ui!”, “Ué!”, “Ih!”, “Oh!”

- Palavras da Língua: “Oba!”, “Puxa!”, “Eita!”, “Nossa!”, “Ora!”

- Palavras que correspondem a barulhos de objetos ou animais: “Click”, “tic-tac”, “pá!” “pum!”

Interjeições onomatopaicas

As interjeições onomatopaicas são palavras que simulam os sons que criamos com a boca. Elas lembram o conceito de figuras de linguagem, e expressam uma tentativa de colocar esses barulhos no papel. Como: Hum! Nó! Tchê! Ué! Arre! Xi! Ui! e assim por diante.

Veja agora alguns exemplos delas em ação:

-“Eita! deixei o baldei cair!”

- “Ué! parece que vocês se conhecem há anos!”

- “Ui! quente, quente!”

Exemplos práticos de uso da interjeição

Pode-se dizer que a interjeição compõe um fenômeno linguístico que viabiliza a externalização de emoções em diferentes situações comunicativas.

Veja uma tabela de exemplos que relaciona os estados emocionais expressados às interjeições na prática:

Imagem da notícia.