Dúvidas linguísticas

A coluna desta semana traz cinco dúvidas linguísticas frequentes entre os falantes. Certamente você vai se identificar e resolver alguns questionamentos que sempre insistiram em te acompanhar. São dicas simples, mas extremamente úteis para o seu dia a dia.

Dica 1 : Para mim fazer ou para que eu faça?

Bom, para acabar de vez com a dúvida, basta pensar que mim é um pronome pessoal oblíquo, portanto não pode exercer função de sujeito em uma oração. O mim não faz nada, certo? O correto é passar a oração para o presente do Modo Subjuntivo: “para que eu faça” .

Dica 2 : Menas ou menos?

Essa é fácil, até porque a forma menas simplesmente não existe.

Dica 3 : Como se diz, quatorze ou catorze?

Você pode optar por qualquer uma das formas quatorze ou catorze, pois ambas estão corretas.

Dica 4 : São uma hora da tarde ou é uma hora da tarde?

O verbo ser deve concordar com as horas, portanto “é uma hora da tarde”, “são duas horas da tarde” e assim por diante. Lembre-se de que “são doze horas”, mas se for substituir o “doze horas” por “meio-dia”, então será “é meio-dia”.

Dica 5 : Está fazendo zero graus ou está fazendo zero grau?

Se o zero é singular, devemos, pois, atentar-nos à concordância. O correto é “zero grau”, no singular.