Palestra aborda violência contra a mulher em Jardim Alegre

Autoridades e convidados posam para foto antes do evento

Autoridades e convidados posam para foto antes do evento

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Jardim Alegre realizou na noite da segunda-feira, 7 de março, uma palestra com a advogada maringaense Claudete Gomes da Silva, que atua na área da Família em casos de Sucessão e Violência Doméstica.

A palestra foi realizada na Câmara de Vereadores e organizada pelo Departamento Municipal de Saúde, como parte das comemorações do Dia da Mulher.

Antes do evento, a advogada conversou com a reportagem do jornal Paraná Centro e disse que as mulheres vêm sofrendo com casos de violência em todos os aspectos e também na área política e, apesar de ser a maioria dos eleitores, a mulher é minoria entre os ocupantes dos espaços de poder.

Ela salienta que esse é um dos tipos de violência ao qual as mulheres estão expostas e também existem as violências psicológicas, que não são percebidas pelo restante da sociedade, violência moral e a violência patrimonial, entre outras. “Um exemplo de violência patrimonial é quando a mulher tem seus documentos ou cartões retidos e ela nem percebe que está sendo vítima de um ato de violência”, cita a palestrante.

Claudete Gomes comenta que a violência física é a mais perceptível, pois a mulher apresenta no corpo as marcas da agressão como uma mancha, uma marca roxa no braço, mas as demais violências são tão danosas quanto, mas acabam despercebidas pela sociedade.

Ela entende que a Lei Maria da Penha foi um avanço na defesa dos direitos e garantias para as mulheres, no entanto, ela destaca que é preciso que a legislação seja colocada em prática.

Claudete Gomes fala sobre violência contra a mulher

Claudete Gomes fala sobre violência contra a mulher