Projeto Volta às aulas Sem Dengue

Alunos mostram materiais trocados pelo lixo reciclável

Alunos mostram materiais trocados pelo lixo reciclável

Foi encerrada mais uma edição do projeto Volta às Aulas Sem Dengue, uma iniciativa da Prefeitura de Pitanga, por meio da união das secretarias de Educação, Saúde e Meio Ambiente. A ação foi encerrada na sexta-feira, dia 4 de fevereiro, último dia de troca dos materiais recicláveis por materiais escolares.

A ação tem como objetivo conscientizar as crianças com relação aos cuidados para evitar os locais onde o mosquito Aedes Aegipty possa se proliferar. Em função disso, a campanha consiste que os alunos recolham em seus quintais, objetos que possam acumular água e se tornarem locais de proliferação do mosquito.

Os itens recicláveis ao serem entregues nos pontos de coleta resultaram no acúmulo de pontos, que logo após foram trocados por materiais escolares diversos como: apontadores, cola, borrachas, régua, tesoura, caneta, massa de modelar, cadernos, álbum de figurinhas, lápis, tintas, canetinhas, giz de cera, mochila e outros.

O secretário de Educação de Pitanga, Alfredo Schavaren, comenta que esse projeto é uma iniciativa fantástica em juntar as secretarias municipais e realizar um trabalho de conscientização com relação à dengue. “Muitas vezes, um recipiente que poderia ser reciclado, passa batido pelas famílias, armazena água e se torna um foco do mosquito; mas a contrapartida é fantástica, que é oferecer material escolar para as crianças e, com isso, ter uma política de educação e conscientização sobre a saúde e o meio ambiente”, frisa o secretário.

Ele lembra que o Departamento de Educação fornece o material didático e também uniforme escolar, mas esse material fornecido pelo programa favorece muito as famílias que têm uma redução nos custos para a compra do material escolar, especialmente nesse retorno das aulas. “Com isso, trabalhamos em todas as pontas e atendemos as necessidades das famílias na volta às aulas e com o projeto complementamos aquilo que a Educação, às vezes, não consegue atender”, salienta.

A secretária municipal de Saúde, Jéssica Patrícia de Oliveira, comenta que o programa tem o objetivo de reduzir a infestação do mosquito da dengue em Pitanga e que a ideia é começar essa conscientização pelas crianças. Apesar da baixa adesão no início, nos últimos dias, o projeto ganhou força e 320 crianças participaram do projeto e conseguiram recolher mais de 6 toneladas de materiais recicláveis. “Tivemos um resultado bastante positivo, pois até o momento não temos confirmação de casos de dengue no município”, frisa.

A secretária de saúde destaca ainda que é muito importante que a população tome consciência sobre a importância da limpeza dos pátios e quintais, pois são locais que podem servir como criadouros do mosquito da dengue. “A população não só pode, como deve separar o lixo e, com isso, além do controle de alguns vetores como o Aedes, também contribuí para uma cidade mais limpa e sustentável”, pontua.