Prefeitura de Manoel Ribas entrega notebooks para professores

Secretaria de Educação de Manoel Ribas entrega de computadores para professores

Secretaria de Educação de Manoel Ribas entrega de computadores para professores

A Prefeitura de Manoel Ribas abriu o ano letivo, na semana passada, com uma reunião com os professores da rede municipal de ensino. A solenidade contou com a presença do prefeito José Carlos Corona e da secretária municipal de Educação, Carla Albuquerque.

Durante a solenidade, o município fez a entrega da primeira etapa dos 85 notebooks da marca Acer para os professores da rede municipal. O investimento na compra dos equipamentos ficou em R$ 542 mil, com recursos próprios do município. Segundo a secretária de Educação, Carla Albuquerque, esses equipamentos demonstram como o município está preocupado com a formação, capacitação e valorização dos professores.

O prefeito José Carlos Corona lembrou que a administração pensa sempre na melhoria e no trabalho com qualidade para os professores, com o objetivo de dar suporte e melhores condições de trabalho. “Hoje, com as tecnologias e inovações, o uso da informática é necessário para que o professor possa preparar uma boa aula e o notebook é imprescindível tanto para preparar a aula como também para buscar informações e conteúdos”, afirma o prefeito.

Além dos notebooks, a Prefeitura de Manoel Ribas também comprou projetores e telões para deixar as aulas ainda mais dinâmicas e está iniciando a instalação de ar condicionado nas salas de aula e reforma nas escolas, para que o ambiente fique mais adequado ao ensino. “Também foram adquiridos diversos materiais pedagógicos para auxiliar os professores nas aulas e, com esse investimento em infraestrutura, buscamos a melhora na qualidade do ensino na rede municipal de Manoel Ribas”, frisa o prefeito José Carlos Corona.

Os recursos para esses investimentos são próprios do município e reflexo da economia que houve no ano passado, quando as aulas presenciais da rede municipal só voltaram a ocorrer no segundo semestre. “Os recursos que seriam gastos desde o início do ano se acumularam e realizamos esses investimentos e, com isso, além de cumprir a meta fiscal de colocar 25% dos recursos na educação, também melhoramos a qualidade do trabalho dos nossos educadores”, salienta.