Sesc oferece bolsas gratuitas para cursos de inglês e espanhol

A unidade do Sesc de Ivaiporã (Serviço Social do Comércio) está com inscrições abertas para os interessados em concorrer a uma das bolsas para os cursos de inglês e espanhol ofertados pela unidade. Bruna Almeida, da Unidade do Sesc de Ivaiporã, destaca que a unidade conta com cinco turmas de inglês em andamento, que vão do básico ao avançado e também de iniciante. Para concorrer a uma das bolsas do curso de inglês, a idade mínima é de 11 anos, sem limitação de idade máxima.

Para a turma de espanhol, a idade mínima é de 15 anos, sendo que esse é o primeiro ano que a unidade de Ivaiporã está ofertando o ensino desse idioma.

Para concorrer à bolsa, o candidato deve cumprir alguns requisitos, como a renda familiar não ultrapassar três salários mínimos do piso nacional, ser trabalhador do comércio ou dependente do trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo e, caso o candidato não tenha vínculo com o comércio, deve ser estudante da rede pública de ensino ou bolsista integral da rede particular de ensino.

As inscrições podem ser feitas pessoalmente na unidade do Sesc de Ivaiporã, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h00 às 21h30 ou pela internet, no site do Sesc Paraná. “Isso atende às pessoas que moram fora de Ivaiporã e podem fazer as inscrições de forma online; todo o processo pode ser feito pelo site e depois a inscrição chega na unidade, para conferirmos se atende a todos os critérios para concorrer ou não”, frisa. O prazo para a inscrição se encerra no dia 31 de janeiro.

As aulas são realizadas uma ou duas vezes por semana, dependendo da turma. Já as aulas de espanhol, que iniciam nesse ano, acontecerão uma vez por semana.

Para ingressar nas turmas que já estão em andamento, será aplicado aos candidatos um teste de nivelamento, para identificar o nível de inglês do candidato, para que ele possa acompanhar a turma; a avaliação será aplicada tanto presencialmente como de forma online. “Não adianta se inscrever para uma turma mais avançada, se o candidato não consegue acompanhar, pois acaba tirando a vaga de alguém que conseguiria acompanhar o ritmo da turma”, frisa Bruna Almeida.