Grupo Kyiv organiza comemorações dos 50 anos de fundação

Integrantes do Grupo Kyiv falam sobre organização do Festival

Integrantes do Grupo Kyiv falam sobre organização do Festival

O grupo folclórico ucraniano Kyiv de Pitanga comemora em 2022, 50 anos de fundação e, para marcar a data, várias atividades estão sendo programadas ao longo do ano, que irá culminar, em dezembro, com a realização do 28º Festival Nacional de Danças Ucranianas, que deve ter a presença de 20 a 25 grupos e mais de 1 mil participantes de vários estados do Brasil.

As ações relativas ao festival e aos 50 anos do Kyiv tiveram início no final de 2021, com a divulgação nas redes sociais do grupo, de um vídeo para mostrar um pouco sobre o festival e sobre a dança ucraniana. “Muita gente comentou e compartilhou, principalmente aqui de Pitanga. Muitas pessoas acharam o vídeo incrível, algo diferente. Ele ficou impecável e chamou bastante a atenção”, cita a diretora de marketing do grupo, Kailaeny Serbai Delgado.

A produção do material levou praticamente 10 meses e outras postagens e vídeos estão programados para ir ao ar durante o ano de 2022. As postagens são relacionadas não apenas à divulgação do festival, mas também à história do grupo e a importância que a cultura ucraniana teve para o município de Pitanga, ao longo desses anos. “A ideia é fortalecer na mente das pessoas a importância do festival e como ele irá funcionar, pois é um evento grande e será inédito e muito importante para a cidade de Pitanga”, frisa Kailaeny Delgado.

Além do festival, será realizado, no mês de agosto, um jantar comemorativo dos 50 anos do Kyiv e outras apresentações que estão previstas para acontecer ao longo do ano. “Pitanga é um município que teve grande parte de sua colonização realizada por ucranianos e pretendemos fazer um resgate ao longo do ano e levar ao maior número possível de pessoas”, salienta a produtora do festival, Maria Cândida Cedorak.

Para o presidente do grupo Kyiv, Francisco Antônio de Lima, a expectativa é muito alta para o evento desse ano, pois, por conta da pandemia, não houve o festival presencial nos últimos dois anos. “A tendência é que tenhamos muitas pessoas de outras cidades e um grande público prestigiando, já que uma das apresentações acontecerá em praça pública e será um evento que vai entrar para a história de Pitanga”, comenta o presidente.

Ele destaca que o evento já tem o apoio da Prefeitura de Pitanga e da Câmara de Vereadores e que é muito importante o apoio do comércio local, já que haverá um movimento muito grande na cidade nos dias 2 e 3 de dezembro, data programada para o evento. “O tema é o Coração do Paraná Espera por Você e o foco é reunir a região central em Pitanga”, cita.

O coreógrafo do grupo, Francisco José Sedorak de Lima, salienta que o festival é um evento muito importante, mas também um desafio imenso para a organização do grupo. “Esse é um sonho que vem sendo cultivado há muitos anos e está se tornando realidade e, certamente, será algo grandioso para a sociedade de Pitanga e região”, frisa.