Agressão pode ter provocado aborto em gestante de Pitanga

No final da tarde do domingo, 19 de dezembro, a Polícia Militar de Pitanga foi acionada para comparecer à Vila Planalto, onde um homem de 24 anos agredia sua esposa de 33 anos, que estava grávida.

Ao chegar ao local, os policiais não localizaram o casal. Após algumas diligências, os dois foram localizados e a mulher foi encaminhada ao Hospital São Vicente de Paulo, onde permaneceu internada com suspeitas de ter sofrido um aborto, devido às lesões sofridas.

O homem estava com algumas escoriações, pois parentes da vítima conseguiram segurá-lo para que ele não agredisse mais a mulher e, por isso, apresentava uma luxação no braço direito e arranhões no peito e nos braços. Ele foi encaminhado a 45ª Delegacia de Polícia Civil, para as devidas providências.