Mulher é vítima de estupro em Pitanga

Uma mulher de 18 anos compareceu à sede da 3ª Companhia da Polícia Militar de Pitanga para informar que foi vítima de estupro. Ela relatou aos policiais militares que, há dois anos, têm um relacionamento extraconjugal com um rapaz e que na manhã da sexta-feira, 17 de dezembro, foi ao Parque do Lago com sua irmã de 13 anos para se encontrar com ele.

No momento que sua irmã saiu para ir no banheiro, o homem saiu com o carro e foi em direção à Linha Cantu, nas proximidades de onde está sendo construído o novo Hospital Regional de Pitanga. Ela afirmou em depoimento que, contra sua vontade, o homem a fez tirar a calça e jogou no mato, deixando-a seminua e, por várias vezes, tentou manter relação sexual com ela. Diante das negativas, o homem tomou o celular dela e a ameaçou dizendo que, se não fizesse sexo com ele, ela iria embora sem o celular e sem as roupas. Em determinado momento, o homem tirou uma foto da mulher nua e mandou para o marido dela.

A mulher então jogou uma pedra no para-brisas do carro, um Ford Fiesta de cor prata e, nesse momento, o agressor pegou a vítima pelo cabelo e a jogou no banco de trás do carro, rasgou suas roupas e cometeu o estupro e a abandonou nas proximidades da Polícia Rodoviária.

Diante da narrativa da vítima, as equipes da PM realizaram rondas pela cidade e, na Avenida Getúlio Vargas, encontraram o suspeito que foi abordado e disse que tinha tirado a foto para o marido da vítima para que ele terminasse o relacionamento com ela.

As duas partes foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil de Pitanga.