Consórcio Cid Centro recebe título de adesão ao SISBI-POA

Maria Andreola e Vitória Holzmann ladeiam a ministra Tereza Cristina

Maria Andreola e Vitória Holzmann ladeiam a ministra Tereza Cristina

O CID Centro (Consórcio Público Intermunicipal de Atenção à Sanidade Agropecuária, Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável da Região Central do Estado do Paraná) é um dos oito consórcios públicos municipais brasileiros que receberam, na semana passada, o Título de Adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA). A solenidade foi realizada em Iguatemi (MS), com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Com o reconhecimento, os produtos registrados pelos Serviços de Inspeção Municipal vinculados a esses consórcios podem ser comercializados em todo território nacional. Ou seja, há reconhecimento de equivalência, garantindo que os produtos do consórcio intermunicipal têm a mesma qualidade de inspeção do Sistema de Inspeção Federal (SIF).

A conquista dos municípios paranaenses teve o apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná).

Criado para estimular o desenvolvimento regional, o Consórcio Intermunicipal Cid Centro, com sede em Pitanga, reúne 30 municípios. O grupo atua em parceria com o governo estadual para disseminar conhecimento sobre boas práticas no campo e as etapas de formalização das agroindústrias, ampliando o potencial de comercialização de produtos da agricultura familiar.

“Estamos muito contentes com mais essa conquista do Consórcio Cid Centro. Acompanhamos o esforço dos dirigentes municipais, dos agricultores familiares e dos servidores da Seab, Adapar e IDR-Paraná na construção desse espírito de união, que tem como resultado a agregação de valor aos produtos, a evolução na renda familiar e a possibilidade de uma vida mais digna”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

O Sisbi-POA faz parte do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) e busca padronizar e harmonizar procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a inocuidade e segurança alimentar.

Para obter a equivalência dos seus serviços de inspeção no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, é preciso comprovar que as medidas de inspeção higiênico-sanitária e tecnológica praticadas permitem avaliar a qualidade e inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério.

O médico veterinário do núcleo da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Ivaiporã (SEAB), Carlos Eduardo dos Santos, acompanhou a chefe da Seab de Ivaiporã, Maria Vitória Montenegro Holzmann, e outras lideranças da região central no evento e disse que esse é um feito inédito para o estado do Paraná, que é a união de municípios por meio de um consórcio para conseguir a chancela do Ministério da Agricultura, para que os estabelecimentos que produzem produtos de origem animal possam comercializar em todo o Brasil. “Os produtores, que antes poderiam vender apenas nos 30 municípios que compõem o consórcio, agora podem vender em todo o Brasil; o Ministério da Agricultura também autoriza que o consórcio possa dar essa chancela para os estabelecimentos que fazem parte dele, isso era algo muito difícil antigamente, que precisaria passar pelo Estado e Governo Federal e que poderia demorar anos, agora pode ser feito rapidamente, por meio do consórcio Cid Centro”, frisa.

Ele explica que dois estabelecimentos, um de Jardim Alegre, que comercializa ovos caipiras, e um outro de São João do Ivaí, que comercializa peixe, já estão aptos a vender em todo o Brasil; mas vários outros negócios estão surgindo em diversos municípios, como uma produção de mel em Cândido de Abreu; frigorífico de bovinos em Rosário do Ivaí; fábrica de embutidos em Pitanga e Grandes Rios; produção de pescados em São João do Ivaí e Turvo; além de dezenas de outros projetos que podem se concretizar. “Isso garante uma segurança maior para quem vai investir, mas também para quem vai consumir esse produto, que terá qualidade”, salienta Carlos Eduardo.

Evento assina convênio que autoriza consórcios a venderem em todo o Brasil

Evento assina convênio que autoriza consórcios a venderem em todo o Brasil