Hospital Regional de Ivaiporã deve fazer parte do mutirão de cirurgias eletivas

Governador concede coletiva em Ivaiporã durante comemoração dos 60 anos da cidade

Governador concede coletiva em Ivaiporã durante comemoração dos 60 anos da cidade

Durante visita a Ivaiporã, o governador Ratinho Júnior foi questionado sobre o futuro do Hospital Regional de Ivaiporã. Ele comentou que, conforme houver a redução nos números de Covid-19, como está acontecendo, o hospital irá atender outras demandas. Ele prevê que, até fevereiro ou março, a estrutura possa ser usada no mutirão de cirurgias eletivas que o Estado deve promover, para reduzir a fila que ficou contingenciada em função da pandemia, já que os hospitais priorizaram os atendimentos relativos a Covid-19 e, por várias vezes, as cirurgias eletivas foram suspensas, para não ocupar os leitos de UTI.

A ideia é que cirurgias ortopédicas, cardíacas e oftalmológicas sejam priorizadas nesse primeiro momento. “Estamos organizando para lançar esse programa para o ano que vem”, frisa.

O governador também destacou que o uso de máscaras pode ser liberado no Natal, mas isso vai depender se a Covid-19 estiver controlada. “Essa é uma decisão que vamos tomar com muita segurança e quando as coisas estiverem estabilizadas, mas a boa notícia é que os casos estão reduzindo bastante, especialmente de internações e óbitos e isso demonstra que a vacinação está funcionando e que o paranaense é um povo ordeiro, inteligente e que a vacina é a única forma de vencer essa doença”, pontua.

Ratinho também comentou sobre o fim das cobranças das tarifas de pedágio no Paraná, pelo menos até a realização do novo leilão. Ele garante que, a partir do dia 28 de novembro, não haverá mais cobrança nas estradas do Paraná e os motoristas que forem pegar as rodovias no final do ano não terão mais essa despesa. “Eu não autorizei a renovação dos contratos, mesmo nas estradas estaduais, onde poderia ter feito e só vai voltar quando o pedágio estiver mais barato, com pelo menos 50% da atual tarifa, e com mais obras”, cita o governador Ratinho Júnior.