Nova Tebas realiza curso inédito sobre a cultura do tomate

Produtores de tomate participam de capacitação em Nova Tebas

Produtores de tomate participam de capacitação em Nova Tebas

O IDR – Paraná de Nova Tebas, em parceria com o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Sindicato Rural de Pitanga e prefeitura, está promovendo um curso sobre o cultivo de tomateiro em estufa. A ideia do treinamento surgiu a partir da demanda de agricultores, que já cultivam tomate no município. O curso, com duração de 40 horas, abrange todos os aspectos da cultura, desde o planejamento inicial como escolha da área, análise de solo até a comercialização. Segundo Paulo Rogério Borszowski, engenheiro Agrônomo e instrutor do Senar, este é o primeiro curso dessa modalidade realizado no estado.

O técnico da unidade municipal do IDR de Nova Tebas, Marcos Antônio de Freitas, relata que, atualmente, cerca de 30 famílias estão ligadas à produção de tomate em estufas e que as áreas continuam em expansão, com novos interessados. “Foi em uma oficina sobre proteção de nascente que os agricultores levantaram a necessidade de treinamento, pois carecem de assistência e, a partir daí, buscamos junto aos parceiros apoio para organização do curso”, cita o técnico.

Este primeiro curso está sendo realizado na comunidade do Barreirinho do Meio e, a partir do dia 16 de novembro, uma nova turma foi iniciada na comunidade de Volta Grande. “Pretendemos treinar ao menos 20 agricultores e 4 técnicos nestas duas etapas; a preferência dos produtores tem sido do cultivo em estufa, justamente para manter o ambiente controlado e as plantas protegidas do excesso de calor ou de umidade, em caso de períodos de muita chuva”, salienta o técnico Marcos de Freitas.

Vanderlei dos Santos Malhovanei, produtor de tomate, ressalta que o curso tem sido muito bom e que todos os produtores deveriam participar. “Estamos engatinhando na cultura do tomate, conhecendo a planta ficará mais fácil a mão de obra; não podemos perder esta oportunidade de buscar conhecimento para atividade, serviço na propriedade não pára e não vai acabar; deixei de montar a outra estufa esta semana para vir aprender, pois com o conhecimento poderei fazer de forma mais correta e aumentar meu ganho”.

O grupo está bem motivado e comprometido com dois novos cursos: um sobre plasticultura e solos - nutrição de plantas.

Edson Camargo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, reforçou aos participantes que a prefeitura apoia a diversificação para a agricultura familiar. “Temos à disposição dos agricultores um barracão com classificadora e balança para auxiliar na comercialização da produção e a Coopertebas está aí para auxiliar no atendimento aos projetos institucionais de merenda e também na organização da comercialização”, frisa Edson Camargo.