Águas profundas

Como as águas profundas é o conselho no coração do homem; mas o homem de inteligência o trará para fora. Provérbios 20:5

É preciso muita habilidade para descobrir o que os outros realmente pensam.O que os homens sábios pensam poderia lhe ajudar a obter sucesso. O que os tolos pensam poderia lhe custar caro. Somente um homem com entendimento terá a habilidade e a paciência para extrair planos pessoais e secretos e as opiniões dos outros.

Da mesma forma, é preciso muito consciência e sabedoria para analisar, entender, acatar ou não os próprios pensamentos, pois são daí que vem as suas próprias opiniões. Do seu coração! Da sua mente!

Você já pensou sobre os seus pensamentos? Já os passou pelo crivo das 3 peneiras que é atribuída a Sócrates?

Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém. Sócrates ergueu os olhos do livro que estava lendo e perguntou:

– O que você vai me contar já passou pelas três peneiras?

– Três peneiras? – indagou o rapaz.

– Sim! A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer me contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido falar, a coisa deve morrer aqui mesmo. Suponhamos que seja verdade. Deve, então, passar pela segunda peneira: a BONDADE. O que você vai contar é uma coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo? Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela terceira peneira: a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta?

Arremata Sócrates:

– Se passou pelas três peneiras, conte! Tanto eu, como você e seu irmão iremos nos beneficiar.

Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e fomentar a discórdia entre irmãos, colegas do planeta.

O provérbio acima compara aquilo que nosso coração está ouvindo a um poço profundo, onde o nível da água está bem abaixo da superfície da terra. Para se conseguir a água, engenhosidade e esforço significante devem ser exercidos para alcançar a profundeza e trazer água para a superfície. Somente uma vontade criativa e diligente identificará os meios e aplicará o esforço necessário. A maioria vai buscar água onde é mais fácil.

Portanto, empenhe-se em cuidar de seu coração, e das verdades que ele tem acreditado!

SIDNEI BAVATI FRAGA