Adolescente denuncia abuso sexual por parte do padrasto

A Polícia Militar de Jardim Alegre foi acionada, junto com o Conselho Tutelar do município, para se deslocar a uma escola, onde uma adolescente de 14 anos relatou, no dia 21 de outubro, que teria sido vítima de assédio sexual em sua residência e que o autor seria o padrasto.

A mãe da adolescente informou aos policiais que, há pelo menos uma semana vez por, a menor dormia na casa da avó. Ela disse não ter conhecimento da denúncia, pois a filha não havia lhe contado nada, mas tinha notado que ela apresentava atitudes diferentes em casa, sempre muito nervosa e sem paciência.

A avó contou que, na noite anterior, a neta confessou que o padrasto estava assediando ela, dito que a amava e já tinha tentado agarrá-la, porém ela não aceitou a situação. A menor disse ainda para a avó que o padrasto teria a ameaçado, dizendo que se ela contasse a alguém, ele sumiria com o irmão dela, de 5 anos, e ainda mandaria prender sua mãe.

Os policiais militares foram à residência da mãe da adolescente, onde localizaram o padrasto. Ele disse que cuidava da menor desde os três anos e que ela estava muito nervosa nos últimos dias, mas não disse nada sobre os demais questionamentos dos policiais. Todos os envolvidos foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã.