Erros de Português parte 4

A pedidos, trazemos mais uma versão dos principais erros que as pessoas cometem no uso da Língua Portuguesa. Também podem ser apontados como as principais dúvidas já que permeiam nosso cotidiano.

31. A meu ver ou Ao meu ver

É isso mesmo, tanto “a meu ver” como “ao meu ver” são expressões que podem usadas. No entanto, “a meu ver” é mais aceita, por ser a mais clássica.

Ao meu ver isto ficou esclarecido. Mas, a meu ver, os gramáticos preferiam condenar uma das expressões.

Então, “ao meu ver” não está errado, mas de preferência vamos usar “a meu ver”.

32. Por hora ou Por ora

“Por hora” faz referência às horas. “Por ora” tem o mesmo sentido de que “por enquanto”.

Vamos nos dedicar a quatro erros de português por hora. Por ora, penso que conseguiremos nos organizar assim.

33. Vem, Vêm ou Veem

“Vem” e “vêm” são formas de conjugação do verbo vir. “Veem” é uma forma de conjugação do verbo ver.

Ele vem às aulas com frequência. (3.ª pessoa do singular do verbo vir no presente do indicativo)

Eles também vêm. (3.ª pessoa do plural do verbo vir no presente do indicativo)

Eles veem o horário antes das aulas começarem. (3.ª pessoa do plural do verbo ver no presente do indicativo)

34. Eminente ou Iminente

“Eminente” significa excelente. “Iminente” é algo que está prestes a acontecer.

Vocês são eminentes alunos. É iminente o ingresso de cada um de vocês na universidade.

35. Seção, Sessão ou Cessão

“Seção” é uma parte, “sessão” é a duração de algo, “cessão” é o mesmo que cedência, de ceder.

Nesta seção, vamos aprender algumas palavras homófonas. Esta sessão terá a duração de 45 minutos. A cessão do material utilizado nas aulas será feita por e-mail.

Leia Sessão ou Seção.

36. Por que, Por quê, Porque ou Porquê

“Por que” e “Por quê” são usados quando se questiona algo. O que os diferencia é que com acento vem sempre no fim das orações.

“Porque” é usado quando se responde ou explica o motivo de algo.

“Porquê” significa “motivo”.

Por que estamos falando sobre isso? Por quê?

Porque esta é uma dúvida frequente.

O porquê de estarmos falando sobre isso é que esta é a dúvida de muitos.

Leia Uso do Por que, Porquê, Por quê e Porque.

37. Embaixo ou Em baixo

“Embaixo” é um advérbio de lugar, tem o mesmo sentido que “debaixo” e é o antônimo de “em cima”.

“Em baixo” é um adjetivo, ou seja, é usado para indicar algo em altura inferior.

Embaixo há mais pontos que vão acabar de vez com as suas dúvidas. Se não estiver fácil de entender, chame-me em baixo tom e eu vou até sua mesa.

Leia Embaixo ou Em Baixo?

38. Ainda assim ou Ainda sim

Isto é fácil, ainda assim vou explicar.

“Ainda assim” é uma conjunção adversativa, ou seja, ela indica oposição ou compensação. Por isso que eu disse que era fácil, apesar disso iria explicar.

Isso quer dizer que “ainda sim” está errado!

39. Chegar a ou Chegar em

De acordo com a norma culta, quando você chega, chega a algum lugar.

É muito comum ouvirmos “chegar em”. Isso até pode indicar que a língua se transforma com o tempo, mas na dúvida, use sempre “chegar a”.

40. Viagem ou Viajem

Viagem (com G) é substantivo. Viajem (com J) é a conjugação do verbo viajar na 3.ª pessoa do plural do presente do subjuntivo (Que eles viajem) ou o seu imperativo (Viajem eles).

Aprender é uma viagem, mas não se distraia muito para que os alunos não viajem nos seus pensamentos.