Jardim Alegre adere ao programa Cidades Inteligentes

Prefeito de Jardim Alegre confere processos administrativos na tela do computador

Prefeito de Jardim Alegre confere processos administrativos na tela do computador

A Prefeitura de Jardim Alegre começou a implantar o sistema informatizado que permitirá à população o acesso às atividades dos serviços públicos de forma remota, o programa chamado Cidades Inteligentes. Segundo a secretária municipal de Planejamento, Ana Paula Lopes Fernandes de Almeida, a mudança rumo à digitalização se tornou inevitável, ainda mais com a pandemia, onde novas tecnologias, inteligência artificial e realidade virtual vêm crescendo em ritmo exponencial. “Nesse ponto, a Prefeitura de Jardim Alegre deu início ao processo de modernização, com a transformação de todos os processos físicos e em papel, que começam a transitar em ambiente remoto”, explica.

A medida visa a uma economia de custos e facilitar a vida do cidadão, que poderá acessar o andamento de seus processos dentro da prefeitura. “As interações humanas digitalizadas serão uma tendência mundial sem volta e de sucesso, visando a um futuro mais responsável e sustentável; nesses processos, é fundamental trabalhar por uma transição rápida, mas tranquila e sem complicações, tanto para a gestão pública quanto para o cidadão”, avalia.

O prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan, constata que a prefeitura vem possibilitando maior agilidade, eficiência, produtividade e velocidade nos processos administrativos. “Poderemos oferecer à população o conforto de acessar serviços em casa, sem necessidade de ter que ir à prefeitura e, essa transição para o meio digital foi realizada sem interrupção dos serviços públicos, e vai gerar economia de gastos com papel, tinta e manutenção das impressoras; essas e outras economias fazem uma grande diferença”, afirma.

Atualmente, já estão em formato digital os processos que envolvem empenhos simples, compras diretas, emissão de diárias e comunicação interna. Ana Paula explica que as etapas para a implementação desse projeto estão sendo amplamente planejadas e estruturadas, no intuito de se constatar exatamente a melhor data para a transformação total dos processos em formato digital, que vigorará por meio de um Decreto do prefeito.

O prefeito Furlan comenta que a implantação desse sistema vai permitir que qualquer secretário e ele mesmo possam dar andamento aos processos em qualquer lugar que tenha acesso à internet. “O prefeito pode estar em Curitiba ou Brasília, por exemplo, e vai acessar o sistema de forma remota, pelo celular ou pelo computador, e despachar, a qualquer hora”, frisa.