Mulher é detida suspeita de deixar o marido em cárcere privado

A Polícia Militar foi acionada por volta das 21h00 dessa segunda-feira, 11 de outubro, para comparecer à Rua Santa Terezinha, onde um homem entrou em contato com os policiais militares e informou que vinha sendo agredido por sua amásia, que o mantinha em cárcere privado e fazia ameaças de morte.

Ele estava com uma perna fraturada e não conseguia se defender das agressões.

Uma equipe policial se deslocou até a residência da suspeita, e foi recebida com palavras grosseiras e desacato. Ela ainda continuou proferindo ameaças contra seu amásio.

O relatório cita, inclusive, que ela chegou a dizer que, se fosse presa, mataria o amásio, quando saísse da cadeia.

A equipe policial teve que usar de força física para conter a mulher, que precisou ser algemada, já que ela não acatou as ordens policiais.