Parceria com Depen tem possibilitado bons resultados em Faxinal

O delegado de Polícia Civil de Faxinal, Ricardo Mendes, fez uma avaliação do trabalho de transição que está sendo feito entre a autoridade de Polícia Judiciária e o Departamento Penitenciário do Paraná (DEPEN). Ele comenta que o decreto transferindo a guarda dos presos para o Depen foi assinado há alguns meses e estabeleceu um período de transição de cerca de dois anos, em que a Polícia Civil precisará deixar o prédio e se instalar em um novo local. Essa medida vale tanto para Faxinal, como para Grandes Rios.

“Esta transição está ocorrendo de forma serena e muito tranquila e a nossa parceria com o Depen é excepcional; procuramos contribuir com o trabalho deles e eles também tem nos ajudado e acredito que, ao final desses dois anos, vamos realizar um trabalho muito positivo, temos sido parceiros e cada um contribuindo com o seu trabalho”, salienta.

Ele destaca também o bom relacionamento existente entre os servidores da Polícia Civil e do Depen. “A relação é até simbiótica de tão boa que é e, ao final desses dois anos, quando precisaremos fazer a separação física e obrigatoriamente irmos para um novo espaço, acredito que o Depen estará bem estabelecido em nossa cidade”, frisa o delegado.

Sobre o novo local onde deve funcionar a delegacia de Polícia Civil de Faxinal, Ricardo Mendes comenta que tem conversado com as lideranças políticas da cidade e uma opção que está surgindo é a utilização de um prédio que deve ser repassado à Câmara de Vereadores e, na sequência, cedido para o uso da Polícia Civil. “Uma outra opção seria locar um espaço pago pelo Governo do Estado ou a construção de uma sede para a Delegacia Cidadã”, frisa o delegado de Faxinal.