Flamengo chegando

Flamengo chegando

Pelo andar da carruagem, será difícil tirar do Flamengo o título da série A do campeonato brasileiro. Com dois jogos a menos que os dois primeiros colocados, Atlético (MG) e Palmeiras, e jogando muita bola, o rubro-negro carioca é o favorito ao título. Claro que, como diz o poeta: jogo é jogador e o lambari é pescado. É preciso jogar. Ninguém ganha na véspera. Mas o Flamengo tem um grande time. Bem acima da realidade brasileira. Na minha humilde opinião, o campeão será Flamengo ou Atlético (MG).

Muito dinheiro

Impressionante o tanto de dinheiro que Flamengo e Atlético (MG) estão gastando em suas contratações. Sem falar no Corinthians, que também investiu pesado nos últimos dias. É tudo muito fora da nossa realidade. Eu já vi coisa parecida e o resultado depois foi desastroso. Claro que esses grandes clubes têm capacidade de buscar parceiros fortes, mas, quem empresta, cobra e quer de volta. E num momento como esse que enfrentamos, em meio à pandemia, sem estádios lotados, como o Flamengo, por exemplo, vinha fazendo antes desse vírus maldito, é complicado.

Em Santa Catarina

A partir desta quarta-feira, as competições da Federação Catarinense de Futebol terão público nos estádios. A decisão da série B estadual, os jogos da série C, que começa no dia 25, e a Copa Santa Catarina, que começa nesta quarta-feira, poderão ter presença do torcedor. Ficou definido que os estádios poderão ter ocupação de até 30% de sua capacidade total de público, podendo ter um aumento para 40% a partir de outubro, se houver bom senso e colaboração dos torcedores, no cumprimento do protocolo exigido pela federação estadual. É um bom começo, abrindo expectativa em relação a outros Estados.

Segurança

Estádios de futebol são muito mais seguros que qualquer outro lugar, em relação à situação que estamos enfrentando desde o início do ano passado. Eu fui um dos que sempre defendeu a volta dos jogos de futebol profissional, pois sei que os profissionais desse meio são os mais protegidos da sociedade, por serem atletas cheios de saúde e, pelos protocolos aplicados, com os mesmos sendo submetidos a testes uma ou duas vezes por semana. Em relação a público, hoje, com muita gente vacinada, espaço ao ar livre, limitação de ocupação, distanciamento e outras normas dos protocolos, também é muito seguro.

No Paraná

O Coritiba vai mantendo a boa fase, liderando a série B nacional e, se nada acontecer de errado no caminho, não só voltará para a série A, como será campeão. É o favorito, pelo que está mostrando. E a outra grande campanha vem do interior, com o FC Cascavel, garantido na decisão do campeonato estadual e, na segunda fase do campeonato brasileiro da série D. Por outro lado, o Londrina, na série B, corre sério risco de rebaixamento e o Paraná, na série C, está sendo rebaixado, afundado numa grande crise administrativa e financeira.