IAT de Ivaiporã fará distribuição de mudas nativas no sábado, dia 18

Vanessa dos Santos, Edson Stefani e Carlos Souza comentam evento que ocorrerá em Ivaiporã

Vanessa dos Santos, Edson Stefani e Carlos Souza comentam evento que ocorrerá em Ivaiporã

O escritório regional do Instituto Água e Terra do Paraná (IAT) de Ivaiporã realiza nesse sábado, dia 18 de setembro, uma ação em comemoração ao Dia da Árvore. Com o objetivo de chamar a atenção da população, conscientizar sobre a preservação do meio ambiente e mobilizar para o plantio de mudas, os funcionários do órgão estarão na Praça Manoel Teodoro da Rocha, das 8h00 às 12h00, distribuindo mudas para a população.

O evento funcionará no sistema drive-thru para evitar a aglomeração de pessoas; para pegar uma muda, o interessado deve fazer a doação de um quilo de alimento não perecível ou um quilo de ração para cães ou gatos. Cada quilo corresponderá a uma muda de árvore frutífera nativa.

Serão disponibilizadas cerca de 2,5 mil mudas de árvores nativas frutíferas como gabiroba, jabuticaba, uvaia-doce, goiaba do mato, cerejeira do mato, pitanga e palmito. Segundo bióloga do IAT de Ivaiporã, Vanessa dos Santos, as árvores são de baixo e médio porte e alcançam, no máximo, 10 metros de altura, podendo ser plantadas tanto nos passeios públicos como nos quintais. “O objetivo é, além de dar sombra, no futuro, também dar frutos”, comenta.

Carlos Souza, chefe do escritório do IAT de Ivaiporã, informa que, se necessário, o IAT terá mais mudas para disponibilizar e a expectativa é que a adesão seja positiva ao evento. Os alimentos arrecadados serão destinados ao Lar dos Idosos Santo Antônio de Ivaiporã; aos clubes de Rotary da cidade, que já têm uma relação de pessoas carentes e que precisam desses recursos. Já a ração será destinada a ONG Toca de Assis e também a pessoas que fazem o trabalho voluntário para cuidar de animais na cidade.

“Esse projeto que desenvolvemos é para ajudar a proteger as áreas de mata e recuperar o que está degradado, além de conscientizar a todos sobre a importância da biodiversidade e da conservação do meio ambiente, além da ajuda às famílias carentes de Ivaiporã”, cita o biólogo Edson Júnior Ferreira Stefani.

Carlos Souza destaca que os produtores rurais que precisarem de uma quantidade maior de árvores, para reflorestar uma área degradada, podem procurar o escritório do IAT em Ivaiporã, preencher um cadastro levando seus documentos pessoais e fazer a solicitação de quantas mudas precisar. “Vamos atender a todos, não apenas de Ivaiporã, mas de toda nossa região, na medida do possível”, cita Carlos Souza.