Papelão

Papelão

O assunto está sendo “rendendo” e vai seguir assim nos próximos dias. O que aconteceu na Arena Neo Química, em São Paulo, manchou o futebol mundial. O que fizeram a CBF, o comando da seleção brasileira e a AFA é, sim, caso de polícia. O assunto é polêmico e há muitas divergências sobre o que aconteceu poucos minutos após o início do jogo Brasil e Argentina, pelas eliminatórias Sul Americanas. Como não poderia de deixar de acontecer, em virtude da situação no Brasil, alguns buscaram politizar a situação. A verdade é que os argentinos foram irresponsáveis, desrespeitando as regras brasileiras, com a colaboração da CBF e do comando da seleção.

Regras e leis são feitas para se respeitar

CBF e AFA sabiam muito bem das regras. Os argentinos tentaram ludibriar as leis do Brasil, no tocante às questões envolvendo a pandemia de Coronavírus. É o velho “jeitinho”, que tanto comentamos e criticamos, e que vemos acontecer sempre em nosso país. Não tem essa de aliviar, pois regras e leis têm que ser respeitadas. Ficou feio para o Brasil, mas ficou feio para o futebol mundial. Infelizmente, não é só o futebol que é de péssima qualidade. A índole de muita gente neste meio também é coisa muito feia.

Na hora certa, no lugar certo

Muitos perguntam o porque de a ação da Anvisa e da Policia Federal, não ter ocorrido antes do jogo, buscando evitar o escândalo mundial. Para mim, por tudo o que ouvi no momento da ação das autoridades brasileiras, a situação é bem clara. A Associação de Futebol Argentina foi comunicada do que teria que ser feito, a partir do conhecimento das irregularidades praticadas, ou seja, que os jogadores que não poderiam participar do jogo e teriam que ficar no hotel, pois não haviam cumprido a chamada quarentena, e a partir daí seriam deportados do Brasil. Mas os argentinos não cumpriram com sua parte, fato comprovado somente a partir do início do jogo. Logo, a Anvisa e a PF agiram na hora certa e no local certo.

E agora?

No meu entendimento, CBF e AFA devem ser punidos pela FIFA. Nossa confederação, já desmoralizada e envolvida em escândalos, já faz muito tempo, e a associação da Argentina sabiam da situação. Ninguém é bobo. Quais seriam os reais interesses e os motivos por isso ou aquilo, não sei se saberemos na íntegra. O futebol é um mundo podre. O torcedor não tem ideia do que acontece nos bastidores. É muita sujeira. Vamos aguardar para ver até onde isso vai. Mas que pessoas e entidades precisam ser punidas com o máximo de rigor, isso não tenho dúvidas. Resta saber no que vai dar tudo isso. Será só mais um escândalo no futebol? Aguardemos cenas dos próximos