Ariranha do Ivaí retorna com as aulas presenciais

Aulas voltam a funcionar na rede municipal de Ariranha do Ivaí

Aulas voltam a funcionar na rede municipal de Ariranha do Ivaí

A Secretaria Municipal de Educação de Ariranha do Ivaí deve retornar com as aulas presenciais para os alunos do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental na próxima segunda-feira, dia 23 de agosto. O secretário Douglas Mattei Schmidt salienta que os alunos do 3º ao 5º ano já retornaram de forma presencial e a Educação Infantil, da Escola Municipal Demétrio Verenka e do CMEI Pingo de Gente, retornam no dia 30 de agosto.

Ele destaca que a opção foi retornar com os alunos maiores para ver como eles se adaptariam aos protocolos de segurança e isso ocorreu após o término do recesso escolar, no começo do mês. “Até o momento, está tudo transcorrendo da melhor maneira possível; estamos seguindo os protocolos de segurança dentro da escola e no transporte escolar e não tivemos nenhum caso de contaminação”, afirma o secretário de educação. Antes do retorno, foram realizadas reuniões com os pais e repassadas orientações aos professores e funcionários das escolas para a volta dos alunos às escolas.

Douglas Schmidt comenta que foram realizadas visitas a outros municípios para verificar como eles voltaram às aulas e, até o momento, os alunos têm mantido os cuidados e seguido as orientações, como o uso constante de máscara, distanciamento e higienização constante das mãos. Uma equipe de limpeza realiza a higienização dos ambientes e dos trincos de forma regular, algumas vezes por dia, e até mesmo no refeitório da Escola Municipal Demétrio Verenka existe um protocolo de distanciamento, para que os alunos possam fazer suas refeições. “Os professores abraçaram a causa e estamos satisfeitos com esse retorno”, afirma o secretário.

A estimativa da Secretaria de Educação é que entre 80% a 90% dos alunos já voltaram à aula presencial. Em Ariranha do Ivaí, não houve a opção pelo ensino híbrido, em que o aluno estuda uma semana na escola e a outra em casa. Segundo Douglas Schmidt, como a estrutura da escola é nova, com salas amplas e arejadas, e as turmas não são numerosas, foi possível dividir as maiores e contratar professores pelo PSS, para atender a todos os alunos que optaram por voltar, de forma ininterrupta. Os alunos, cujos pais ainda não autorizaram o retorno à escola, estão sendo atendidos com o ensino remoto. “O professor está orientando pelo grupo do WhatsApp, imprimindo as atividades e trabalhando com as apostilas; mesmo com acompanhamento, acreditamos que é importante que os alunos voltem a estudar de forma presencial”, ressalta o secretário, que acredita que até o mês de setembro, praticamente todos os alunos voltem à sala e aula. “Estamos mantendo o distanciamento na escola e temos condições de continuar com esses protocolos, mesmo que todos os alunos retornem de forma presencial; sabemos a importância dessa volta e estamos tendo todo o acompanhando da Secretaria Municipal de Saúde para garantir segurança aos estudantes”, frisa.