Subgrupamento dos Bombeiros de Ivaiporã comemora 24 anos

Subtenente Cléber Trova é o único remanescente desde a inauguração do quartel em Ivaiporã. Por: Antonello Nadal

Subtenente Cléber Trova é o único remanescente desde a inauguração do quartel em Ivaiporã

Fonte: Antonello Nadal

O 1º Subgrupamento de Bombeiros Independente (1º SGBI - Ivaiporã) do Corpo de Bombeiros do Paraná completa 24 anos na próxima sexta-feira, dia 2 de julho. A inauguração do quartel dos Bombeiros no município ocorreu em 1997, justamente na data em que se comemora o Dia Nacional do Bombeiro. O único remanescente da formação inicial da corporação é o hoje subtenente Cléber Trova.

Trova, que na época era soldado e passou ao posto de cabo no ano seguinte, relembrou que o quartel contava com duas viaturas, dois caminhões pequenos e um veículo Gol cedido pela prefeitura, sendo que a equipe fixa de trabalho também era reduzida e, semanalmente, vinham bombeiros de Apucarana e Maringá para compor o efetivo de Ivaiporã.

À época da abertura, o quartel em Ivaiporã era uma seção de bombeiros pertencente ao SGB de Apucarana, que pertencia ao Grupamento de Maringá, o equivalente a um pelotão da Polícia Militar. Assim foi até 2010, quando o então governador Orlando Pessuti criou comandos regionais da Polícia Militar e algumas unidades de Polícia Militar Independente, foi quando Ivaiporã passou ao status de Companhia Independente de Bombeiros, o que projetou recursos importantes para a unidade e, por ser um grupamento de bombeiros independente, possibilitou a conquista do terreno para construção do novo quartel, que será inaugurado em breve e um dos mais modernos do Estado, atendendo 11 municípios da área de abrangência, o que vai contribuir para a ampliação das ações e do atendimento de ocorrências que, hoje, em média, chegam a mais de 1.000 por ano, fora as vistorias.

O subtenente Trova, que veio de Maringá, recordou que dos 28 anos de carreira, que se completarão no dia 10 de julho, 23 deles foram lotados em Ivaiporã. Ele mencionou que trabalhou com os 11 comandantes que já passaram pelo Subgrupamento de Ivaiporã. “O bombeiro é um abnegado porque está sempre pronto para ajudar a resolver uma situação ou salvar um patrimônio. É mais que uma paixão, é uma missão de vida”, destacou o subtenente Trova.

Ele disse que Ivaiporã tem um significado especial, uma vez que aqui se casou e constituiu família, incluindo três filhos. Trova disse que pretende se aposentar na profissão, em Ivaiporã.

Entre as inúmeras ocorrências atendidas nesses mais de 20 anos trabalhando no 1º

Subgrupamento Independente do Corpo de Bombeiros, o subtenente relembrou que uma das mais marcantes foi um combate a incêndio florestal na região de Arapuã, onde além dos riscos desse tipo de ocorrência, os bombeiros tiveram a integridade física ameaçada pelas pessoas que, possivelmente, estavam ateando fogo no local. Outra situação citada por Trova foi o salvamento de uma senhora que levava ovos de páscoa para a família, na região de Pitanga, e o ônibus em que ela estava colidiu com um caminhão carregado de madeira. “O madeiramento da carroceria do caminhão entrelaçou nas ferragens do ônibus, atingindo a região pélvica daquela senhora, que ficou presa às ferragens; mas conseguimos cortar a madeira e levá-la para o hospital. A luta daquela senhora pela vida foi algo que me marcou bastante”, recordou emocionado o bombeiro, que também ajudou no salvamento de uma pessoa que pensava em tirar a própria vida.

Major Daverson

O major Cléber Daverson assumiu recentemente o comando do subgrupamento dos Bombeiros de Ivaiporã, em substituição ao capitão Matias. Major Daverson falou sobre a expectativa para inauguração do novo quartel e também sobre a Escola de Bombeiros.

De acordo com o major, a nova estrutura que tem previsão de ser entregue em agosto desse ano é uma grande conquista para o município e possibilitará aprimorar o treinamento do efetivo, que pode ter o reforço do dobro do efetivo, após a implantação da Escola de Bombeiros. “É muito importante porque a estrutura será bem maior e nosso treinamento poderá ser mais bem desenvolvido”, afirmou.

Major Cléber Daverson é o atual comandante da corporação. Por: Antonello Nadal

Major Cléber Daverson é o atual comandante da corporação

Fonte: Antonello Nadal