Ocorrências de agressão contra mulher são registradas em Ivaiporã

A Polícia Militar atendeu no domingo, 27 de junho, pelo menos cinco ocorrências de agressão ou tentativa de agressão contra mulheres em Ivaiporã. A primeira chamada para o 190 ocorreu às 6h00 e a vítima, que reside na Avenida Paraíba, no centro de Ivaiporã, informou aos policiais militares que seu ex-marido arrombou a porta de sua residência e tentou agredi-la. Ela conseguiu ligar para a PM e o homem fugiu do local. Os policiais realizaram rondas pelas imediações, mas o suspeito não foi localizado.

Por volta das 9h00, na Avenida Ladislao Gil Fernandez, a PM foi acionada por uma mulher que estava em seu veículo parado no semáforo, quando seu ex-convivente veio até a janela do carro e começou a puxar seu cabelo e a agredi-la. O homem quebrou o retrovisor do lado direito e o vidro da porta da frente do carro. Na sequência, o agressor fugiu no sentido do hospital regional e não foi localizado pela PM.

A terceira ocorrência relacionada à violência doméstica ocorreu às 17h30, na Avenida Souza Naves, onde uma mulher foi abordada pelo ex-marido na via pública. Eles tiveram uma discussão e o homem teria saído com seu veículo e batido de propósito no veículo da ex-mulher. O carro teve dano no lado direito e o homem ainda disse que iria pegá-la, em tom de ameaça. A PM fez rondas, mas não o localizou.

A equipe da Polícia Militar foi acionada novamente às 19h10 por uma mulher que foi agredida pelo namorado. No local, indicado pela suposta vítima, a tia da solicitante informou que a sobrinha e o namorado estavam na casa e saíram pouco antes da chegada da PM. No entanto, ela disse aos policiais que o casal sempre discute e que não presenciou nenhuma agressão. A equipe policial tentou localizar a solicitante, nas não obteve êxito.

Por volta das 20h00, uma viatura da Polícia Militar realizava patrulhamento pela Rua Jacarezinho, quando foi acionada por uma mulher, que disse que ter sido agredida pelo ex-marido. Ela contou que foi até uma lanchonete, próxima à sua casa, quando o ex-marido chegou e a empurrou pelas costas. A mulher tentou fugir do local, mas o homem conseguiu segurá-la e a ameaçou de morte. Pessoas que estavam no local interviram e a mulher conseguiu sair da lanchonete. No entanto, o agressor foi até a casa da ex-mulher e a segurou pelo pescoço e disse que voltaria mais tarde para “buscar a cabeça” dela e da filha de 13 anos.

O homem foi até a casa de uma irmã e a PM foi ao local e conseguiu abordá-lo, sendo que ele tentou resistir à prisão e precisou ser imobilizado e, na sequência, foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã.