Aglomeração na Câmara de Ivaiporã gera polêmica

Imagem da confraternização na Câmara gera polêmica nas redes sociais

Imagem da confraternização na Câmara gera polêmica nas redes sociais

A divulgação nas redes sociais de uma comemoração de aniversário na Câmara de Vereadores de Ivaiporã, na semana passada, causou muita polêmica no município e muita discussão nos grupos de whatsapp. A reunião, fotografada e filmada, aconteceu na quinta-feira, dia 17 de junho, e visava marcar o aniversário da presidente da Câmara de Vereadores, Gertrudes Bernardy.

Todos os servidores da Câmara e alguns convidados externos posaram para fotos e vídeos, o que pegou muito mal para diante da população. Numa das fotografias é possível visualizar 24 pessoas, quando o decreto municipal da Prefeitura de Ivaiporã proíbe qualquer tipo de aglomeração, evento, festa ou confraternização, sendo possíveis somente reuniões familiares com até 10 pessoas, desde que dentro do mesmo núcleo residencial.

A divulgação nos grupos de whatsapp causou grande repercussão negativa, especialmente por parte dos comerciantes, que, até a semana passada, estavam com seus estabelecimentos fechados nos fins de semana, devido ao decreto, que também proibia a venda de bebidas alcoólicas, o que afetou diretamente o segmento de bares, lanchonetes e restaurantes.

No final da tarde da sexta-feira, surgiu a informação que o Departamento de Tributação da prefeitura havia emitido multas para todas as pessoas que estavam na confraternização. O Paraná Centro confirmou a informação e realmente foram emitidas multas individuais a todos os presentes, no valor de R$ 1.040,90.

Também havia uma expectativa muito grande com relação à reação dos demais vereadores sobre toda a polêmica gerada em torno do episódio. Porém, na sessão ordinária dessa segunda-feira, dia 21 de junho, apenas a presidente da Câmara de Vereadores, Gertrudes Bernardy, se pronunciou sobre o assunto. Ela disse que não teve o objetivo de prejudicar ninguém e que a festa ocorreu de forma surpresa e era para demonstrar o bom relacionamento entre os funcionários e a união na Câmara de Vereadores. Ela pediu desculpas aos vereadores que foram ofendidos e atacados nas redes sociais. “Vamos arcar com as consequências e continuar administrando essa casa de leis da melhor maneira possível”, citou em seu esclarecimento.

Durante o período em que os vereadores puderam exercer livremente o direito de pronunciamento, apenas os vereadores Sady Marcondes e Jaffer Ferreira se referiram sobre o assunto, mas não se mostraram contrariados.

Enfim, Ivaiporã continua produzindo comédias nas redes sociais, primeiro a do galo preso, agora com a aglomeração na casa responsável pela edição e aprovação de leis.

Em nota de esclarecimento, divulgada nos meios de comunicação, a Câmara informou que a comemoração era para 7 pessoas e que só tinham 10 pessoas reunidas, o que contraria totalmente as fotos registradas.