Meta é zerar ruas sem pavimentação em Pitanga

Ruas do bairro Planalto foram pavimentadas no ano passado

Ruas do bairro Planalto foram pavimentadas no ano passado

O prefeito de Pitanga, Maicol Callegari Barbosa, declarou que o município tem uma meta ousada até o final do atual mandato, que é zerar as ruas do quadro urbano que ainda não têm nenhum tipo de pavimentação. Ele disse que quando assumiu a prefeitura, em 2017, Pitanga tinha mais de 20 quilômetros de ruas que tinham apenas o cascalhamento como infraestrutura.

No mandato anterior, contando com recursos próprios e convênios do Governo do Estado e Governo Federal, alguns financiados e outros a fundo perdido, foi possível asfaltar mais de 21 quilômetros de ruas na área urbana. Cerca de 70 trechos de ruas foram pavimentados, tanto aquelas que não tinham nenhum tipo de pavimento, como também as que eram de pedras irregulares. “Um município com a idade de Pitanga é muito ruim ainda ter tantas ruas sem infraestrutura; precisamos trabalhar para a melhoria da qualidade de vida da população”, ressalta.

O prefeito destaca que isso só foi possível graças às parcerias com o Governo do Estado, por meio dos deputados estaduais Alexandre Curi e Pedro Lupion, que atualmente é deputado federal, e do deputado Sérgio Souza, que representa o município na Câmara dos Deputados.

Para o atual mandato, o desafio é pavimentar cerca de 8 quilômetros de ruas no meio urbano. “Os projetos estão prontos e vamos precisar da ajuda do Governo do Estado para fazer esse investimento e isso já está em tramitação”, frisa Maicol.

Além do asfalto na área urbana, Pitanga começa a desenvolver projeto de pavimentação para a área rural. O primeiro projeto contempla a pavimentação de 11 quilômetros até a comunidade de Rio do Meio e os recursos já estão garantidos em conta, aguardando apenas a contrapartida do município. “A nossa projeção é terminar o mandato sem nenhuma rua com cascalho no quadro urbano e também em algumas ruas de distrito, como ocorreu na Vila Nova; e já temos projeto para as ruas no bairro de Barra Bonita e Rio do XV”, frisa o prefeito.

Desenvolvimento Urbano

Mesmo com a questão da Covid e do fechamento de lojas, Maicol Barbosa avalia que houve um crescimento no comércio e que Pitanga está com saldo positivo na geração de empregos. “Além disso, temos empresas buscando terreno e local para se instalarem no município e pessoas que mudaram para cá, buscando qualidade de vida e movimentando o comércio”, frisa.

Outro benefício, segundo o prefeito Maicol Barbosa, é a redução nos casos de doenças respiratórias alérgicas. “Houve uma redução na poeira suspensa no ar e acreditamos que isso se deve aos mais de 20 quilômetros de asfalto novo que Pitanga ganhou nos últimos quatro anos”, pontua o prefeito.