Manoel Ribas retorna aulas presenciais no dia 21 de junho

Carla Freiberguer destaca cautela na volta às aulas

Carla Freiberguer destaca cautela na volta às aulas

A Secretaria Municipal de Educação de Manoel Ribas programou para a próxima segunda-feira, 21 de junho, a volta dos alunos às escolas da rede municipal de ensino, que será no modelo híbrido, em que metade da turma volta fica em sala de aula e a outra metade em casa, estudando pelo ensino remoto. Na semana seguinte ocorre a inversão dos grupos. Isso é para que a sala de aula tenha espaço suficiente para um distanciamento seguro. O retorno das turmas ocorrerá de forma gradativa. Os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental serão os primeiros a retornar, e, a cada semana, uma série terá o retorno programado. Na sequência, serão os alunos do 4º ano, depois do 3º ano e assim de forma sucessiva, até chegar à Educação Infantil.

A secretária municipal de Educação, Carla Freiberguer, comenta que esse processo ocorrerá com todo o cuidado na rede municipal, mas que está confiante que será possível em função da forma como está acontecendo na rede estadual, onde o retorno foi relativamente tranquilo e de fácil adaptação. “Será um processo lento, mas necessário, e precisaremos que todos se adaptem para que a escola inteira esteja adequada a esse novo procedimento”, explica.

Além do distanciamento entre as carteiras em sala de aula, a orientação será para que os alunos utilizem máscara o tempo todo e faça a troca a cada duas horas. Também será disponibilizado álcool gel para higienização das mãos dos alunos, funcionários e professores. Além disso, a orientação é que os pais mandem uma garrafinha de água para o uso individual do aluno. “Também vamos reforçar com os professores para que eles ajudem a controlar o distanciamento entre as crianças. Sabemos que todos estão ansiosos para essa volta, que é necessária, mas precisamos tomar todos os cuidados possíveis”, frisa.

Vacinação

Até a semana passada, dos 337 professores e funcionários da rede municipal de Manoel Ribas, 205 já haviam sido vacinados e a expectativa é que, durante essa semana, mais profissionais recebam pelo menos a primeira dose da vacina. “Acredito que vamos voltar com cerca de 70% dos profissionais da educação, com pelo menos uma dose de vacina tomada”, salienta.

A secretária explica aos pais que ainda não têm segurança em enviar as crianças para a escola, que podem fazer a opção em continuar com o ensino remoto. Toda a segunda-feira, os pais poderão ir à escola para retirar o material da semana e ter um momento de conversa com o professor, que também tentará realizar uma reunião virtual com os alunos que ficam em casa. “Tudo ainda é muito novo e vamos aplicar algumas propostas para ver como elas funcionam e se precisarão ser alteradas”, frisa.

Carla Freiberguer destaca que o município está se empenhando bastante para essa volta e, apesar do momento não ser o ideal, é preciso que a educação comece a avançar. “Mas tudo será feito com muita cautela e cuidado, vamos conversar com a comunidade escolar e professores”, frisa a secretária de Educação.