Apae de Ivaiporã começa a aceitar doações via Pix

Ângela Guimarães – presidente da Apae de Ivaiporã

Ângela Guimarães – presidente da Apae de Ivaiporã

Desde o início da pandemia, as entidades assistenciais têm enfrentado uma série de dificuldades para arrecadar recursos e manter os compromissos. Para tentar novas fontes de arrecadação, a Apae de Ivaiporã começou a divulgar um novo formato para que as pessoas possam ajudar, por meio de transferência bancária, via Pix. Para isso, basta o colaborador utilizar a chave CNPJ da entidade - 78.276.847/0001-90, selecionar o valor e fazer a doação.

A presidente da entidade, Ângela Guimarães, comenta que o recurso arrecadado por essa ferramenta será utilizado na manutenção da entidade e no bem estar dos alunos. A doação cai diretamente na conta da entidade no Banco do Brasil.

Ela relata que a crise econômica causada pela pandemia também tem afetado as doações em dinheiro. Antes da pandemia, a entidade recebia um bom volume de recursos de contribuintes, que pagavam as mensalidades por meio de carnê e houve uma queda significativa neste tipo de arrecadação.

Com a proibição de eventos e necessidade de manutenção de medidas de distanciamento social, as promoções realizadas pela entidade foram afetadas, como a feijoada, que acontecia mensalmente e gerava uma boa receita para a entidade. A própria atividade do Clube de Mães Voluntárias, que ajudava a Apae com a produção de produtos como pães, sonhos, esfirras e gerava renda, está paralisada, justamente para garantir a saúde e o distanciamento das famílias. “Fizemos várias reformas, algumas exigidas pelo Corpo de Bombeiros, como a instalação de hidrante, rampa de acesso, que só foram possíveis graças aos recursos viabilizados no ano passado, por meio do Fundeb, na gestão anterior da prefeitura”, salienta Ângela.

Apesar de não poder realizar as aulas presenciais, a Apae mantém o atendimento, especialmente, às famílias mais carentes, com fonoaudióloga, fisioterapeuta, pedagogos e assistente social. “Não dispensamos nenhum funcionário e estamos procurando manter todos que dependem da entidade”, frisa a presidente da Apae de Ivaiporã, que destaca também a necessidade de recursos para a manutenção da Casa Lar da Apae.

Ela finaliza agradecendo às pessoas têm contribuído com a entidade, por meio do mutirão de arrecadação de alimentos “Todos Contra a Fome”, que teve um resultado positivo para as famílias mais vulneráveis e que necessitam muito nesse momento. “Todas as doações, seja em dinheiro ou em produtos, são sempre bem investidas na escola. Agradecemos a todos os cidadãos pela colaboração”, salienta a presidente da Apae.