Prefeito de Jardim Alegre explica motivos da mudança nos decretos municipais

Prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan

Prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan

O prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan, concedeu entrevistas aos órgãos de imprensa e falou sobre a decisão de alterar os decretos municipais e permitir a abertura do comércio no sábado e a comercialização de bebidas alcoólicas. No domingo, o comércio de Jardim Alegre permaneceu fechado.

Segundo o prefeito, existe a necessidade de equilibrar a questão da pandemia e de manter as atividades econômicas em funcionamento. “Somos uma cidade pequena e os empresários precisam manter o comércio aberto, as empresas são estão aguentando mais”, cita o prefeito.

Ele destaca que há um ano está se trabalhando sobre a pandemia e algumas medidas não têm surtido bons efeitos. “Ainda há falta de consciência de certas pessoas, que realizam festas clandestinas, agindo de maneira contrária ao que é orientado”, salienta.

Nessa semana, a prefeitura e o comitê de combate a Covid-19 vão se reunir novamente para analisar a situação e prefeito Furlan apela para a consciência dos moradores.

Sobre a decisão de abrir o comércio aos sábados, o prefeito disse que muitas pessoas não conseguem ir às lojas durante a semana e precisam que elas funcionem aos sábados, para pagar as contas e fazer as compras do início do mês. “Também percebemos que o fechamento no sábado, na semana anterior, fez com que ocorressem aglomerações na sexta-feira, em efeito contrário ao objetivo da medida”, destaca.

Sobre a decisão de liberar a venda de bebidas, o prefeito disse que ouviu relatos que pessoas fizeram estoque de bebidas para vender de forma clandestina durante o final de semana, cobrando muito mais caro. “Muitos não atenderam ao pedido que os prefeitos fizeram, vamos trabalhar mais a conscientização da nossa população”, frisou.