Mães relatam a grata função de educar muitos filhos

Vanilza Colussi com os quatro filhos e o marido José Carlos

Vanilza Colussi com os quatro filhos e o marido José Carlos

Ser mãe, cuidar da família, da carreira, de mesma e ainda encontrar tempo para se envolver em outras causas é o que muitas mulheres têm feito. Não há dúvidas de que conciliar a rotina para administrar mil e uma missões seja um desafio e tanto.

O Paraná Centro conversou com mães de muitos filhos, que precisaram adaptar às rotinas e transformar as 24 horas de um dia em tempo suficiente para dar conta do recado.

Mãe de 4

A empresária Vanilza Colussi, 45 anos, contou que precisou adaptar-se desde o nascimento das trigêmeas Ana Beatriz, Maria Fernanda e Camily Vitória, há 15 anos. Segundo ela, na época, o desafio de ser mãe de primeira viagem e logo de três meninas mudou completamente a rotina dela e da família, que a ajudou a superar as dificuldades e dar conta de atender as três crianças.

Pouco tempo depois, veio o menino José Roberto, que hoje tem 12 anos e completa a família de quatro filhos. “É maravilhoso ser mãe de quatro filhos, são o maior presente de Deus na minha vida, ao mesmo tempo, que é bem desafiador, são cabeças e personalidades diferentes; as trigêmeas são diferentes em personalidade, altura e fisionomia”, destacou Vanilza, citando que o grande desafio da maternidade é a educação dos filhos.

Ela relembrou que ela e o marido José Carlos sempre desejaram ter filhos e após 11 anos de casados, ela fez tratamento para realizar o sonho, mas não imaginava que seria agraciada logo na primeira gravidez com o nascimento de trigêmeas e precisou desacelerar para cuidar das filhas. “Por ser a primeira gestação e não ter noção do que era cuidar e amamentar as três ao mesmo tempo, tive ajuda da minha mãe e irmãs. Vida pessoal a gente parou tudo, vivia 24 horas em função delas, até 1 ano e 6 meses, quando as matriculei na escolinha”, disse a empresária, lembrando que o quarto filho veio para completar a alegria da família.

Nas horas vagas, a empresária encontra tempo para ajudar os filhos que tiveram a rotina escolar completamente modificada por conta da pandemia. “Por causa da pandemia, tivemos que aceitar o maior contato deles com as redes sociais para que eles pudessem ter acesso às aulas online. Estou sempre de olho no que eles fazem no celular e ajudando nas atividades”, afirmou.

Mãe de 5

Aos 39 anos, Vânia Danieli Vicentin Inácio é mãe de cinco filhos, fruto de dois relacionamentos. Para conciliar a rotina diária bastante puxada, Danieli Inácio se desdobra, mas também conta com a ajuda da família, incluindo o esposo Erasmo Vicentin nas tarefas do dia a dia.

Os filhos mais velhos José Augusto Inácio dos Santos e João Gabriel Vicentin dos Santos, de 10 e 17 anos, respectivamente, estão em idade escolar e, por conta da pandemia, Danieli se deparou com o desafio de ajudar os filhos em atividades da escola, que neste momento estão acontecendo de forma remota, uma vez que as aulas presenciais estão suspensas. Por outro lado, as trigêmeas Karine, Kamily e Karoline Vicentin Inácio chegaram há 2 anos e 7 meses para completar a família e foi preciso adaptar-se para conseguir dar conta de atender todos os filhos. “Foi preciso criar uma rotina durante a semana para conseguir dar atenção e carinho a todos. De manhã as meninas brincam no quarto enquanto eu faço o serviço da casa e o almoço, no período da tarde, elas brincam na área de casa e depois que tomam banho voltam para o quarto e continuam as brincadeiras lá; elas são bem agitadas, dormem tarde. Foi a forma que encontramos para que elas possam se divertir e eu possa dar conta da rotina da casa”, comentou.

Por ser relativamente recente e pelas meninas terem nascido prematuramente, Danieli Inácio esperava que cuidar e educar trigêmeas seria uma tarefa mais complexa. “Tudo se multiplica por três, tem dias que parece que não vou dar conta, mas graças a Deus tive o dom de ser mãe e, com planejamento e ajuda da minha família, ser uma boa mãe para todos eles”, salientou Danieli, lembrando que apesar de trigêmeas, as meninas têm personalidades e gostos distintos.

As irmãs são o xodó dos meninos que, quando podem, colaboram com a mãe e cuidam delas. “Meus filhos são uma bênção, no começo tive vários medos por serem três crianças de uma só vez, mas Deus tem nos abençoado e me deixado tranquila para dedicar totalmente a eles. Com relação às meninas, vejo que a fase mais difícil já passou, agora elas já estão crescendo, se desenvolvendo e eu me vejo uma mãe guerreira por ter vencido as dificuldades”, observou, mencionando que uma das tarefas mais complicadas é sair com todos os filhos juntos.

Danieli Inácio com os cinco filhos e o marido Erasmo

Danieli Inácio com os cinco filhos e o marido Erasmo