Denúncias levam a abordagem de pessoas soltando pipas com cerol em Ivaiporã

A equipe da Rotam de Ivaiporã foi acionada no início da tarde do feriado de 21 de abril para comparecer ao Jardim Casagrande, onde várias denúncias davam conta que adultos e adolescentes estavam utilizando um terreno vazio para soltar pipas e que a maioria das pessoas fazia uso de linhas com cerol ou algum tipo de artifício, que poderia colocar em risco a vida de pessoas que passavam pelo local, caso tivessem contato com a linha.

Um homem que passava de motocicleta pelo local foi atingido pelas pipas e precisou parar a motocicleta, imediatamente, para não sofrer um ferimento mais grave nos braços.

Os policiais militares foram ao local e abordaram três adultos com idade de 36 anos, 30 anos e 25 anos, que portavam as pipas com linhas com cerol. Eles foram encaminhados à sede da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar, onde responderam a Termo Circunstanciado.

As denúncias apontam que além dos adultos e adolescentes, crianças ficam próximos ao local e, muitas vezes, correm atrás das pipas e invadem os quintais sem autorização dos proprietários para resgatar os brinquedos.

Pouco tempo depois, a equipe da Rotam foi até a Rua Visconde do Rio Branco, onde localizou uma pessoa que seria o principal fornecedor de pipas e linhas para adultos e crianças. No local, o homem de 27 anos estava com outros dois, de 28 e 29 anos, e que estavam com uma grande quantidade de materiais no veículo.

A PM apreendeu 22 pipas e 11 rolos com as chamadas linhas proibidas. Todos foram encaminhados à sede da 6ª CIPM, onde irão responder a Termo Circunstanciado.