Beto Preto visita Jardim Alegre e acompanha vacinação

Eleane Rother, Furlan, Beto Preto, Silvia Bovo e Sônia Campos posam ao lado do aparelho de ultrassom adquirido pelo Governo do Paraná

Eleane Rother, Furlan, Beto Preto, Silvia Bovo e Sônia Campos posam ao lado do aparelho de ultrassom adquirido pelo Governo do Paraná

Na manhã do sábado, dia 17 de abril, o secretário de estado da Saúde, Beto Preto, visitou a cidade de Jardim Alegre. Ele se encontrou com o prefeito José Roberto Furlan, com a secretária municipal de Saúde, Sílvia Bovo, e com a chefe da 22ª Regional de Saúde, Eleane Rother, além de vereadores e outros representantes da saúde municipal. O secretário foi recepcionado no estádio municipal e de lá seguiu para o posto de saúde central, onde conversou com as equipes de saúde sobre o andamento da vacinação contra a Covid-19, além de conferir o aparelho de ultrassom que foi adquirido pelo município, com recursos do Governo do Estado.

O prefeito José Furlan elogiou a atuação do secretário Beto Preto durante a pandemia e ressaltou que, junto com o governador Ratinho Júnior, eles têm feito um esforço muito grande para que o Paraná possa imunizar sua população. “Eles têm adotado medidas fantásticas e estamos felizes em receber o secretário Beto Preto em nossa cidade e vemos a diferença que eles estão fazendo no estado. As vacinas estão sendo aplicadas e acredito que, dentro de poucos meses, vamos conseguir vencer essa crise para as coisas voltarem ao normal”, frisa.

O prefeito também destacou as obras que já foram realizadas em parceria com o Governo do Estado, como a reforma de postos de saúde, aquisição de veículos, equipamentos, entre outras demandas. “Agora estamos reivindicando junto ao Governo do Paraná, mais um posto de saúde para a nossa cidade”, disse Furlan.

O secretário de estado da Saúde, Beto Preto, falou em entrevista que o município de Jardim Alegre tem feito uma boa aplicação dos recursos públicos e que cada centavo investido na cidade volta em melhorias no setor de saúde, diretamente para a população. Sobre o quantitativo de vacinas que devem chegar ao Paraná, o secretário comentou que o Governo Federal tinha feito uma previsão de liberação de 30 milhões de doses e, caso esse montante se confirme, o Paraná teria direito a 1,5 milhão, o que possibilitaria finalizar a vacinação das pessoas acima de 60 anos. “Estamos acompanhando esse processo com calma e orientando os prefeitos e secretários de saúde do Paraná, mas todas as doses que chegam ao Estado têm sido rapidamente distribuídas aos municípios”, avalia o secretário Beto Preto.

Vacinas da Pfizer

O secretário Beto Preto também comentou sobre a vacina da Pfizer, que deve chegar ao Brasil até o final do mês. Ele destacou que as doses precisam ser conservadas a menos -20ºC e, por esse motivo, nesse primeiro momento e também pela quantidade pequena que deve chegar ao Paraná, elas devem ser disponibilizadas para os grandes centros. No entanto, todas as vacinas que estão sendo aplicadas são seguras e estão ajudando e prevenir e reduzir os casos graves.