Kits de merenda escolar são entregues a famílias de alunos da rede estadual

Franciele Silva retira kit de merenda no Colégio Bento Mossurunga. Por: Antonello Nadal

Franciele Silva retira kit de merenda no Colégio Bento Mossurunga

Fonte: Antonello Nadal

Famílias de estudantes regularmente matriculados em um dos 53 estabelecimentos da rede pública de ensino dos 14 municípios jurisdicionados ao Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã, beneficiários do Bolsa Família, receberam kits de merenda escolar na quarta-feira, 31 de março.

Com a suspensão das aulas presenciais, a campanha Governo do Estado do Paraná, por meio da Secretaria Estadual de Educação, tem distribuído toneladas de alimentos, entre itens não perecíveis e produtos provenientes de agricultura familiar, quinzenalmente, desde março de 2020.

Os kits distribuídos contêm frutas, verduras e hortaliças da agricultura familiar, além de tens que já estão nos colégios, como arroz, feijão, farinha, açúcar, macarrão, óleo de soja, entre outros. A quantidade de alimentos repassados as famílias corresponde a 30% da reserva de alimentos da escola, o que equivale a aproximadamente 6 quilos para cada família inscrita.

Franciele Ferreira da Silva, mãe de aluno do 6º ano do Colégio Estadual Bento Mossurunga, de Ivaiporã, faz parte de uma das famílias beneficiadas pela entrega da merenda. “Tenho 3 filhos e nenhum deles está podendo ir para o colégio, então pelo fato deles passarem mais tempo em casa, essa merenda chega numa boa hora, porque a pandemia dificultou demais as coisas”, comentou Franciele, que tem mais dois filhos matriculados no Colégio Estadual Barbosa Ferraz e na Escola Municipal Carlos Lacerda.

A diretora do Colégio Bento Mossurunga, Geni Hruba, destacou que como os estudantes estão há mais de 1 ano em casa sem poder frequentar a escola, a distribuição dos kits de merenda escolar impacta positivamente na vida das famílias. Ela ressaltou que o colégio recebeu um total de 81 kits de alimentos “É muito importante que esses alimentos, que seriam utilizados pelos alunos caso estivessem vindo para a escola, sejam distribuídos para as famílias com maior necessidade e que estão inscritas no Bolsa Família, porque vem ajudá-los nesse momento difícil em que muitos perderam empregos ou tiveram redução salarial; contribui para a alimentação básica dessas famílias”, observou a diretora.