Major Élio Boing deixa a 6ª Companhia Independente da Polícia Militar de Ivaiporã

Major Élio Boing assume subcomando do 5º Batalhão em Londrina

Major Élio Boing assume subcomando do 5º Batalhão em Londrina

Depois de três anos à frente do comando da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar de Ivaiporã, o major Élio Boing deixou a região. Ele assumiu o subcomando do 5º Batalhão da Polícia Militar em Londrina. Em entrevista ao jornal Paraná Centro, ele lembrou o período que esteve lotado na companhia de Ivaiporã, quando ainda era vinculada ao 10º Batalhão da Polícia Militar de Apucarana.

Ele chegou à região em 2006, onde trabalhou por seis meses no destacamento de Faxinal e depois de um período em Apucarana veio definitivamente para Ivaiporã, em dezembro de 2007. “Durante esse período acompanhei todo o processo de transformação da companhia independente, algo que demandou muito trabalho, junto com o comandante da época, major Francisco Cardoso e, há três anos, com a aposentadoria do major Laércio Sagati, assumi o comando da CIPM”, ressalta.

Boing frisa que os últimos três anos não foram os mais tranquilos, com alguns problemas e acontecimentos marcantes, como a morte de três policiais militares no pátio da companhia, e a pandemia nos últimos doze meses, que impôs uma série de dificuldades, mas os policiais militares não reduziram seu volume de trabalho. Sobre a condução do trabalho da companhia, ele ressalta que todas as ações tomadas tiveram como norte a melhoria da segurança pública e que nenhuma ação foi pensando em algum tipo de promoção ou vantagem pessoal. “Se olharmos como a segurança pública está hoje na região, em comparação como era há dez anos, vemos como houve uma melhora significativa”, frisa.

Ele destaca que logo que assumiu o comando da Companhia houve várias operações, que tiveram como principal resultado a redução nos números de ocorrência e colocaram a companhia de Ivaiporã com os índices de ocorrências mais baixos no Paraná.

Boing fez questão de agradecer o apoio que recebeu da população dos 14 municípios jurisdicionados à Companhia da PM e às entidades governamentais, como prefeituras e secretarias municipais, e entidades não governamentais, como conselhos de segurança, imprensa, Rotary e outras lideranças da comunidade que sempre o ajudaram.

O major fez um agradecimento especial aos policiais que estiveram com ele nos seus três anos de comando da 6ª CIPM. “São pessoas dedicadas e que não medem esforços para fazer a segurança pública andar nos trilhos, trabalhando, muitas vezes, sem toda a estrutura necessária e em horas além do seu turno, mas em momento algum deixaram de atender a população. E os bons números que temos se devem aos policiais militares que estão na linha de frente e atendendo a população”, destaca Boing.

Ainda não está definido quem comandará a 6ª Companhia Independente da Polícia Militar, que provisoriamente está sob a responsabilidade do tenente Vinícius de Castro.