Famílias de alunos da rede estadual recebem kit merenda escolar

Josiane Garbelini e Válber Clarimundo comentam sobre distribuição da merenda escolar

Josiane Garbelini e Válber Clarimundo comentam sobre distribuição da merenda escolar

Os 53 estabelecimentos de ensino dos 14 municípios pertencentes ao Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã vão distribuir nesta quarta-feira, 31 de março, alimentos perecíveis e não perecíveis da merenda escolar. A entrega será para as famílias de estudantes regularmente matriculados nos colégios da Rede Estadual de Ensino e inscritas no Bolsa Família, em cumprimento ao decreto 4.316/2020.

Os kits que serão distribuídos aos colégios estaduais contêm frutas, verduras e hortaliças da agricultura familiar, além de itens que já estão nos colégios, como arroz, feijão, farinha, açúcar, macarrão, óleo de soja, entre outros. O representante da família só poderá fazer a retirada de um kit na escola onde o aluno está matriculado, diferente de 2020, quando a retirada dos kits era feita por aluno.

Nos 14 municípios jurisdicionados ao Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã, o número aproximado de famílias beneficiadas é o seguinte: Arapuã - 146, Ariranha do Ivaí - 36, Cândido de Abreu - 1019, Godoy Moreira - 122, Grandes Rios - 255, Ivaiporã - 494, Jardim Alegre - 517, Lidianópolis - 140, Lunardelli - 250, Manoel Ribas - 435, Rio Branco do Ivaí - 225, Rosário do Ivaí - 260, São João do Ivaí - 322 e São Pedro do Ivaí - 176.

Conforme informou o Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã, a quantidade de alimentos distribuídos para as famílias corresponde a 30% da reserva de alimentos da escola, o que equivale a aproximadamente 6 quilos de alimentos para cada família.

Cada escola vai receber os produtos da agricultura familiar quinzenalmente, mas, novas entregas estão condicionadas a fatores como a continuidade da suspensão de aulas presenciais. Quando o ensino híbrido entrar em funcionamento, a merenda será utilizada na escola. “A escola está deixando uma reserva de 70% da merenda para quando as aulas retornarem. Novas remessas serão liberadas caso as aulas presenciais continuem suspensas”, explicaram o chefe do NRE de Ivaiporã, Válber Clarimundo, e Josiane Garbelini, técnica responsável pela alimentação escolar.

O chefe do NRE lembrou que, em muitos casos, a merenda escolar é a única refeição do dia para os estudantes. “Pelo fato do aluno não estar frequentando a escola, o governador Ratinho Júnior e o secretário de Educação Renato Feder encontraram essa solução para que a merenda escolar chegue até essas famílias e amenize os impactos dessa pandemia. É um alimento que vem complementar a renda das famílias enquanto os alunos não podem voltar a frequentar a escola”, afirmou Válber Clarimundo.

Em 2020, o Governo do Estado distribuiu quase 40 mil toneladas de alimentos, um investimento de R$ 187,9 milhões – bem acima de 2019, quando foram distribuídas 23 mil toneladas (apenas nas escolas), perfazendo um total de R$ 127 milhões investidos.