Sesc Ivaiporã está com programação cultural online

Técnica de atividades Bruna Almeida comenta que atividades culturais seguem remotamente

Técnica de atividades Bruna Almeida comenta que atividades culturais seguem remotamente

A unidade do Sesc em Ivaiporã está com uma diversificada programação cultural na sala de leitura. Por conta dos decretos estadual e municipal em vigor para a contenção da transmissão da Covid-19, todas as atividades neste mês de março estão acontecendo remotamente, de terça-feira a sábado, pela plataforma Microsoft Teams.

Abrindo a semana, nas terças-feiras, acontece “A hora do conto”, com contações de história, cujo público alvo é o infantil até 5 anos de idade. Na quarta-feira, a partir das 16h00, é realizado o Clubinho de Leitura, voltado para o público infanto-juvenil entre 9 e 15 anos, mas o público adulto interessado também pode participar da atividade com foco nas histórias em quadrinhos, paralelo entre literatura e cinema, cita mangás, animes. Na quinta-feira, ocorre o “Letra e Vídeo”, que faz um paralelo da literatura com as outras artes, especialmente a música, também com foco no público infanto-juvenil. Na sexta-feira, é a vez, da Oficina de Leitura e Interpretação de Texto”, com participação de escritores convidados, voltado à comunidade literária a partir dos 15 anos. Já no sábado, pela manhã, acontece o curso de formação de contadores de história, que está com inscrições abertas, voltado para quem trabalha com educação infantil e ensino fundamental ciclo 1. A ideia é contribuir com os educadores para inserirem a contação de histórias dentro da sala de aula, com módulos teóricos, preparação para contação de histórias e por fim, a prática. Todas as atividades são ministradas pelo orientador do Sesc Ivaiporã, Ricardo Chagas.

Para a técnica de atividades na área de Cultura, Bruna Paulovski de Almeida, a programação cultural é um importante ponto de encontro de pessoas que compartilham o interesse pela literatura. “E com a comodidade de não precisar sair de casa, considerando que nesse momento as atividades são todas online. Estamos aguardando a melhora do quadro da pandemia para abrirmos a sala de leitura que está fechada mesmo para empréstimo, que estão acontecendo sem consulta ao acervo, a pessoa pode reservar o livro e o interessado retirar”, comunicou Bruna Almeida.