Clássico do Café marca estreia de jardim alegrense no Paranaense 2021

Bruno Rohling (último à direita) estreia na temporada no empate entre Londrina e Maringá

Bruno Rohling (último à direita) estreia na temporada no empate entre Londrina e Maringá

O árbitro assistente jardim alegrense Bruno Fernando Rohling fez a estreia na 1ª Divisão do Campeonato Paranaense 2021, no empate por 1 a 1 entre Londrina e Maringá, na quinta-feira, 11 de março, em partida atrasada, válida pela 1ª rodada da competição. O Clássico do Café foi disputado em Arapongas, após a Prefeitura de Londrina vetar a realização de jogos de futebol no município.

Na partida que marcou a estreia das duas equipes no torneio, Bruno Rohling trabalhou em companhia do árbitro da partida, o campo-larguense Lucas Paulo Torezin e do auxiliar, o curitibano Luciano Roggenbaum, além do quarto árbitro Fábio Marques Zoccante.

O fato inusitado é que logo nos primeiros minutos a partida teve que ser interrompida por um ataque de abelhas. Os jogadores tiveram que deixar o gramado para se proteger das ferroadas e retornaram após o enxame ir embora do estádio.

Bruno Rohling comentou que ficou feliz por mais uma escala na elite do futebol paranaense, especialmente por se tratar de um clássico estadual. “Todo jogo para nós que trabalhamos na arbitragem é importante, mas clássico é especial e fico imensamente feliz por ter o Clássico do Café em meu currículo dentro da arbitragem”, destacou o jardim alegrense, que agradeceu a Deus por capacitá-lo, família e amigos que sempre o apoiam na profissão.

O auxiliar relembrou que a partida estava marcada para o dia 27 de fevereiro, em Londrina, mas faltando 20 minutos para o pontapé inicial a Prefeitura de Londrina enviou um ofício para que a Guarda Municipal não autorizasse a realização do jogo, conforme decreto que proíbe atividades esportivas em alguns municípios, como forma de conter a transmissão da Covid-19.

Cumprindo todos os protocolos de saúde, a Federação Paranaense de Futebol recebeu autorização para realizar a partida em Arapongas. “O sentimento é de dever cumprido, mas agora nos resta aguardar como ficará o decreto no Estado para sabermos se o campeonato terá continuidade. O futebol é um ambiente seguro, pois todos os envolvidos são testados antes de cada partida”, frisou Bruno Rohling.