Atleta amador corre mais de 300 quilômetros em um mês

Maloca treina ao ar livre para manter ritmo

Maloca treina ao ar livre para manter ritmo

O distanciamento social utilizado como estratégia dos governos no enfrentamento e combate à pandemia do coronavírus (Covid-19) trouxe a necessidade de várias adaptações para que atletas amadores possam se exercitar e manter a rotina de treinos.

No caso da corrida em que há necessidade de utilização de espaços abertos, os atletas ou amantes do pedestrianismo recorrem a parques, praças públicas ou mesmo avenidas e ruas para praticar o esporte.

É o caso do corredor amador Carlos Anizeti da Silva (Maloca), que representa o Centro de Treinamento Sabryna Trasserre nas competições com distâncias igual ou superior a 10 quilômetros. Mesmo com a pandemia, Maloca não deixa de se exercitar para não perder o ritmo e, somente em fevereiro, ele percorreu mais de 301 quilômetros, totalizando mais de 24 horas de corrida.

“Não gosto de disputar corridas virtuais por achar que não é produtivo. Por essa razão, faço minhas corridas para manter uma vida saudável e voltar em forma quando as corridas presenciais retornarem”, pontuou Maloca.