Governo do Estado garante reinício da pavimentação entre Pitanga e Mato Rico

Maquinários voltam a trabalhar na estrada entre Pitanga e Mato Rico

Maquinários voltam a trabalhar na estrada entre Pitanga e Mato Rico

A obra de pavimentação da rodovia PR-239, no trecho que liga os municípios de Pitanga e Mato Rico, está sendo retomada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR). A Ordem de Serviços para reinício dos trabalhos foi assinada na última semana de fevereiro.

Iniciada em setembro de 2018, a obra foi paralisada em 2019 devido a uma disputa judicial entre as participantes da licitação, já superada e, agora, deve prosseguir sem impedimentos. O investimento é de R$ 89,4 milhões e o trecho está programado para ser concluído até 2022.

A pavimentação será em pista simples, com segmentos de terceiras faixas, cinco pontos de variantes ao traçado atual da rodovia e duas interseções em nível. Serão realizados serviços de terraplenagem, pavimentação, sinalização horizontal e vertical, paisagismo e melhorias ambientais, e também executados dispositivos de drenagem.

Para o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti, a retomada da obra significa uma vitória para toda a população da região. “Foi uma angústia muito grande para os moradores, que esperavam o asfalto há décadas, e viram a obra ser paralisada logo após o seu início”, disse. “Era uma questão complexa, envolvendo a esfera judicial e inúmeros recursos entre as empresas que disputaram a licitação. Mas, agora, com o aval da Justiça e assinatura da ordem de serviços, vamos retomar as frentes de trabalho para garantir o asfalto o mais rápido possível”.

Expectativa é que obra prossiga sem paralisações

Expectativa é que obra prossiga sem paralisações

Mais de 30 mil pessoas serão beneficiadas com a pavimentação, especialmente estudantes que se dirigem diariamente até Pitanga e pequenos produtores da região. Em dias de chuva, a viagem até Mato Rico pela estrada de terra pode demorar até três horas.

“A obra coloca fim a uma espera de 30 anos da população da região, que precisa realizar deslocamentos entre as duas cidades”, afirmou o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. “Esse é um dos principais objetivos do Programa Estratégico do DER/PR com financiamento BID: garantir pavimentação aos municípios que não possuem ligações asfálticas com outros centros”.

Além da obra no trecho entre Pitanga e Mato Rico, o DER/PR já contratou, também por meio da parceria com o BID, o Projeto Executivo para pavimentação do trecho seguinte da rodovia, entre Mato Rico e Roncador. São 27 quilômetros de extensão, e o investimento é de R$ 1,5 milhão.

Imagem da notícia.
População aguarda obra de pavimentação

População aguarda obra de pavimentação