Governo Federal quer antecipar pagamento do 13º aos aposentados

O governo federal quer antecipar o pagamento do 13º de aposentados e pensionistas do INSS e o abono salarial, como forma de estimular o dinamismo econômico sem aumento do endividamento. As medidas seriam uma espécie de 14º salário para trabalhadores que ganham até dois salários mínimos com carteira assinada e injetaria R$ 57 bilhões na economia.

A antecipação do abono (Pis/Pasep) já vem acontecendo, com repasses que chegam a R$ 7,33 bilhões. O pagamento do 13º da previdência, por sua vez, ainda precisa da definição do calendário, mas o governo calcula um estímulo de R$ 25 bilhões por parcela paga.

Enquanto o auxílio emergencial continua indefinido, o adiantamento é uma das alternativas mais viáveis para conter os efeitos negativos da pandemia de Covid-19.