Jardim Alegre recebe R$ 100 mil pela Lei Aldir Blanc

Ana Paula Mariano dos Santos mostra portal da Lei Aldir Blanc. Por: Aldinei Andreis

Ana Paula Mariano dos Santos mostra portal da Lei Aldir Blanc

Fonte: Aldinei Andreis

A divisão de Cultura da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Jardim Alegre finalizou a execução da lei federal 14017/2020, a chamada Lei Aldir Blanc, que dispõe sobre as ações emergenciais destinadas ao fomento do setor de cultura, que foi fortemente impactado com a pandemia da Covid-19. O município foi contemplado com recursos na ordem de R$ 100,9 mil, voltados a três editais que garantem subsídios a espaços culturais; para a premiação “Jardim Alegre tem Cultura – Licenciamento de Conteúdo Digital” e prêmio em Reconhecimento à Trajetória, que beneficiaram ao todo 29 artistas e instituições ligadas à cultura no município.

Os vídeos com os conteúdos digitais podem ser acessado pelos links

Premiação “Jardim Alegre tem Cultura – Licenciamento de Conteúdo Digital”

https://bit.ly/36BYo8H

Prêmio em Reconhecimento à Trajetória

https://bit.ly/3aHlY5t

A diretora de cultura do município de Jardim Alegre, Ana Paula Mariano dos Santos, comenta que a Lei Aldir Blanc veio para auxiliar, de forma emergencial, a área da cultura do município, que aderiu à proposta. Ela destaca que os gestores tiveram a função de encontrar um caminho para que esse recurso chegasse aos agentes culturais, que são as pessoas que produzem a cultura. As propostas começaram a ser elaboradas no mês de julho e, no final do ano, houve uma prorrogação de prazo para a aplicação do recurso.

A divisão de Cultura do município procurou trabalhar com as ações destinadas ao fomento e ao subsídio e foram emitidos três editais, que contemplaram 2 espaços culturais; 9 produtores de conteúdo para a plataforma Jardim Alegre Tem Cultura, em que eles produziram vídeos de 60 a 120 minutos; e de Trajetória Cultural, onde também foram produzidos vídeos de 5 a 10 minutos, contando um pouco da trajetória de cada artista ou grupo cultural. Todos os vídeos estão no Youtube, no canal da Casa de Cultura. “Acredito que esse conteúdo cultural que conseguimos levantar e esse mapeamento que fizemos em Jardim Alegre, graças à Lei Audir Blanc, será fundamental para que os nossos gestores culturais possam desenvolver trabalhos e políticas públicas a nível estadual e federal voltadas para essa área”, comenta a diretora de Cultura, Ana Paula.

Ela complementa que, graças a essas ações, o município hoje tem um panorama das atividades artísticas e culturais existentes, sendo elas: Artes Visuais, Audiovisual, Manifestações Populares, Tradicionais e Étnicas da Cultura e Música. “Esperamos que, com isso, possamos desenvolver políticas públicas voltadas para o setor cultural de Jardim Alegre, valorizando a nossa cultura”, finaliza.

Comentários