Atleta nascida em Ivaiporã é campeã da Liga Nacional de Futsal

Jovem nascida em Ivaiporã faz sucesso no futsal feminino. Por: Antonello Nadal

Jovem nascida em Ivaiporã faz sucesso no futsal feminino

Fonte: Antonello Nadal

Nascida em Ivaiporã, a goleira Gabriela da Silva Jarski, 21 anos, sagrou-se campeã da Liga Nacional de Futsal Feminino 2020, competição encerrada em dezembro. O título foi conquistado no primeiro ano defendendo o Stein, de Cascavel, além de ter alcançado o 4º lugar no Campeonato Paranaense Adulto Série Ouro, também pela recém-fundada agremiação cascavelense.

Neste início de ano, a atleta está em Ivaiporã, onde passa férias na casa dos pais, mas também treina visando às próximas competições em uma academia da cidade, além de fazer treinos específicos com o preparador de goleiros Léo Reis e o também goleiro Thiaguinho, que nesta temporada defenderá o Jardim Alegre Futsal.

A atleta ressaltou que o período de treinos em Ivaiporã é visando estar bem preparada para a temporada 2021, que deve ter no calendário várias competições. “Atleta sempre tem que estar na ativa, porque trabalhamos com nosso corpo e os treinos específicos conciliados à academia ajudam a voltar bem”, afirmou Gabriela Jarski, que se reapresenta ao clube de Cascavel no dia 15 de fevereiro.

Em entrevista ao Paraná Centro, ela contou detalhes sobre a carreira vitoriosa.

Apesar da pouca idade, a atleta tem uma longa estrada dentro da modalidade pela qual se interessou quando já morava com a família, em Joinville, e tinha por volta dos 11 anos, incentivada por um primo. O início no futsal foi nas categorias de base em Joinville, onde ficou até os 18 anos, sendo posteriormente indicada pelo treinador para jogar pela equipe adulta de Cianorte, onde foi campeã da Copa do Brasil e vice-campeã da Taça Brasil, antes de se transferir para Cascavel, onde foi campeã da Copa Kagiva com a Adeca.

Ela comentou que a família toda é natural de Ivaiporã e que aos 7 anos se mudou para Santa Catarina com os pais, que recentemente retornaram à terra natal. “Minha família toda é daqui e, apesar de ter ido embora muito cedo, tenho um grande carinho pela cidade em que nasci. Sempre que posso estou em Ivaiporã”, disse.

Em 2019, a atleta, que na época defendia o time da Adeca/Cascavel Futsal, teve a oportunidade de disputar a fase final B dos Jogos Abertos do Paraná, sediada em Ivaiporã. Na ocasião, Jarski pôde levar os pais e demais familiares ao ginásio para prestigiar os jogos e ver pessoalmente a jovem ser vice-campeã da competição. Aliás, Gabriela Jarski mencionou que ter o apoio da família é muito importante para um atleta que vive profissionalmente de uma modalidade, como o futsal. “Essa não foi a primeira vez que minha família assistiu pessoalmente a uma competição; a primeira foi a final da Copa do Brasil, em Cianorte, e sentir o apoio deles de perto foi uma experiência inesquecível”, opinou a goleira.

Para quem sonha em seguir carreira no futsal, Gabriela Jarski disse que o segredo para alcançar o sucesso é persistir e não desistir do objetivo. “No início não foi fácil, eu tinha que sair muito cedo de casa para treinar, isso era cansativo, mas quem tem esse sonho de seguir uma carreira não desiste na primeira adversidade, porque é gratificante quando começamos a colher os frutos do trabalho”, finalizou a atleta ivaiporãense.