Manoel Ribas vacina quase mil indígenas contra a Covid-19

Prefeito Corona e secretário Claudinei de Jesus conversam sobre vacinação em Manoel Ribas. Por: Foto/aldinei Andreis

Prefeito Corona e secretário Claudinei de Jesus conversam sobre vacinação em Manoel Ribas

Fonte: Foto/aldinei Andreis

A Prefeitura de Manoel Ribas finaliza, nessa semana, a vacinação de 974 indígenas com a primeira dose da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantã em parceria com o laboratório Sinovac da China. Dentro de 25 dias, eles devem tomar a segunda dose para alcançar a imunização completa.

O secretário municipal de Saúde de Manoel Ribas, Claudinei Batista de Jesus, o Cadi, comenta que o município tem uma das maiores reservas indígenas do Paraná, com cerca de 1,8 mil pessoas. O levantamento feito pela equipe de saúde, que trabalha dentro da reserva, apontou que são 1028 indígenas com mais de 18 anos e, com isso, teriam direito a receber a vacina. Além dos indígenas, outras 102 doses, nessa primeira etapa, foram direcionadas aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à pandemia.

O secretário destaca que essa quantidade parece pouca, se pensar na população de Manoel Ribas, que aguarda ansiosa pela vacina, mas destaca que a expectativa é que, até o mês de maio, o Paraná receba os quatro milhões de doses. “Isso nos deixa mais tranquilos, pois acreditamos que uma grande quantidade de vacinas será repassada ao município”, destaca.

O secretário comentou que, assim como outras cidades do Paraná, Manoel Ribas está sofrendo com o grande número de casos ativos, causados pelas aglomerações e festas no final de ano. Ele alerta que, mesmo com a vacinação, esse não é momento baixar a guarda ou deixar de adotar os cuidados relacionados com a prevenção e a população precisa continuar usando máscara, álcool gel e manter o distanciamento social. “Nesse momento, as ações de prevenção têm que ser mantidas, porque há aumento dos casos e internamentos”, cita o secretário de Saúde.

O prefeito de Manoel Ribas, José Carlos Corona, comenta que o início da vacinação é um momento de alívio, pois essa vacina estava sendo muito aguardada, mas ainda não é hora de deixar as medidas preventivas de lado. “Pelo menos essas pessoas que estão sendo vacinadas agora estarão seguras, por uns meses, e isso nos dá certa tranquilidade”, frisa.

Corona ressalta que a Secretaria Municipal de Saúde está empenhada para atender as exigências e demandas da Secretaria de Estado da Saúde e do Ministério da Saúde para que a vacinação seja aplicada da forma correta e todos os procedimentos sejam seguidos, conforme determina a legislação.

Indígenas são vacinados em Manoel Ribas. Por: Foto/divulgação

Indígenas são vacinados em Manoel Ribas

Fonte: Foto/divulgação