Suspeito de agredir esposa é ferido durante ação policial

A Polícia Militar de Pitanga foi acionada na noite do domingo, 24 de janeiro, por uma mulher de 43 anos e um menino de 14 anos, que eram agredidos pelo convivente da vítima. A PM se deslocou até a Rua José Klosovski, onde as vítimas aguardavam a chegada da equipe policial e foram até o bairro Vila Nova, onde estava o suspeito de ter agredido a mulher. Ela relatou aos policiais militares que seu companheiro chegou em casa bastante alterado e passou a agredi-los. Ela disse que o homem enrolou uma camisa na mão e bateu no rosto dela, incitando-a, verbalmente, para que ela reagisse e, em seguida, segurou o filho pelo pescoço com uma das mãos e, com um canivete, começou a ameaçar cortar o pescoço do rapaz. Nesse momento, os vizinhos conseguiram intervir e ambos saíram da casa.

Os policiais militares chegaram à residência e encontraram o homem deitado no sofá da sala; ele não acatou a ordem de abordagem e insistiu que os policiais militares não poderiam fazer nada contra ele e que não tinham mandado para entrar na casa. Os policiais perceberam que ele estava com um canivete e pediram que ele o soltasse, o que, inicialmente, foi acatado pelo homem, mas assim que o policial se movimentou para abordá-lo, ele pegou rapidamente o canivete e partiu para cima dele, quando outro policial disparou contra o agressor, para cessar a ameaça contra os policiais. O tiro atingiu a barriga do homem, que foi encaminhado ao hospital pelo Corpo de Bombeiros de Pitanga.

Comentários