Prefeito eleito de Ariranha do Ivaí fala de projetos para a gestão

Prefeito eleito de Ariranha do Ivaí, Thiago Epifânio da Silva

Prefeito eleito de Ariranha do Ivaí, Thiago Epifânio da Silva

Moradores de Ariranha do Ivaí elegeram para comandar o município pelos próximos quatro anos o vereador Thiago Epifânio da Silva, que contava na eleição com o apoio do ex-prefeito Augusto Cicatto; ele obteve 954 votos (48,08%), o segundo colocado foi o vereador Celso Kusminski (Tocera) com 708 votos (35,69%) e o terceiro colocado foi o empresário Paulo Sérgio Dias, que obteve 322 votos (16,23%).

Thiago da Silva recebeu a reportagem do jornal Paraná Centro em sua casa na manhã da quinta-feira, dia 17 de dezembro, e falou sobre a expectativa para o mandato que inicia, com uma grande expectativa de renovação e mudança dos rumos do município. O prefeito eleito foi um dos dois vereadores que se absteve na votação que cassou o mandato do então prefeito Augusto Cicatto. Ele disse, na entrevista, que se posicionou dessa forma, por acreditar que, naquele momento, a cassação do mandato era desnecessária, tendo em vista que faltavam três meses para a eleição e ele entendia que a população, nas urnas, é quem deveria julgar o ex-prefeito. “O vereador tem sim que fiscalizar, mas quando começou a ganhar um cunho político eu não gostei e acho que aquele processo era desnecessário”, frisa. Ele também avalia que a união de grupos políticos, que foram rivais no passado, para cassar o ex-prefeito e depois para concorrer à eleição fez com que a população de Ariranha do Ivaí buscasse a renovação e mudasse completamente o rumo político do município.

Sem poder concorrer, o grupo político do ex-prefeito Augusto Cicatto ficou apenas com duas opções, sendo Thiago da Silva e Fabrício Dolla. Após a desistência de Fabrício, Thiago da Silva resolveu ser candidato para que o grupo não ficasse abandonado e o povo tivesse opção de escolher o próximo prefeito do município. “A eleição surpreendeu os políticos antigos de Ariranha do Ivaí, mas não me surpreendeu, pois eu sentia que o povo queria uma renovação e essa união de políticos antigos do município, que brigaram a vida toda e resolveram sair juntos, não ficou legal, e eu também não concordei”, frisa.

Apesar de ter sido eleito com o apoio de Augusto Cicatto, ele frisa que o mandato não será uma continuidade do mandato do ex-prefeito, mas sim um mandato novo. “Vou fazer algo diferente e o que for melhor para o município”, comenta.

O prefeito eleito observa que o município tem várias prioridades, mas a principal delas é a geração de empregos e renda. “Vamos trabalhar para incentivar os investimentos para a geração de renda, seja com a compra de terreno e construção de barracões ou a busca de projetos, pois precisamos gerar renda para as pessoas que moram aqui”, frisa.

Ele também mostra preocupação com a pandemia da Covid-19 e ressalta que está procurando deputados estaduais e federais que tenham a intenção de ajudar o município de Ariranha do Ivaí e, nesse sentido, o prefeito eleito já iniciou conversas com os parlamentares Cobra Repórter e Tercírio Turini.

Sobre o relacionamento com a Câmara de Vereadores, Thiago da Silva comenta que pretende estar próximo ao legislativo municipal. Ele informa que já conversou com os nove eleitos e que entende a dificuldade de um vereador que apresenta uma indicação e não é atendida pelo prefeito. “A população vem em um determinado ritmo e queremos mudar isso, pois ela tem uma expectativa diferente com o nosso mandato; é uma responsabilidade grande, mas sinto que a população quer algo novo, com novas ideias e geração de empregos”, ressalta.