NRE de Ivaiporã realiza campanha Natal Solidário na Escola

Válber Clarimundo e Nirceu Vidal explicam campanha de natal do Nre de Ivaiporã

Válber Clarimundo e Nirceu Vidal explicam campanha de natal do Nre de Ivaiporã

O Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã iniciou, recentemente, a campanha Natal Solidário na Escola, projeto que tem o objetivo angariar doações de celulares, tablets e notebooks em boas condições de uso para serem utilizados por alunos da rede estadual de ensino que, por conta da pandemia de Covid-19, estão estudando por meio de aulas remotas no modelo não presencial. As doações poderão ser entregues em uma das 53 escolas estaduais dos 14 municípios que fazem parte do Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã.

O chefe do Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã, Válber Vinicius Clarimundo, lembrou que, a partir de 2021, existe a possibilidade da implantação do modelo híbrido, que possibilita ao aluno alternar aulas presenciais com não presenciais; daí a importância das doações para que todos os matriculados tenham acesso às atividades do aplicativo Aula Paraná, mesmo estando em casa.

O professor acrescentou que o aluno com dificuldade de acesso à internet terá prioridade na escola, sendo que os demais acompanharão as aulas de casa pelos dispositivos já utilizados nesse ano. “Aqueles alunos que tiveram dificuldade de se conectar ou não tiveram aparelho para acessar o Aula Paraná serão os primeiros a receberem o que for arrecadado na campanha Natal Solidário. Converse com o gestor da escola e doe seu celular para um aluno estudar. Os dispositivos se tornaram uma ferramenta fundamental para auxiliar os alunos a acessar o Aula Paraná e fazer as atividades no Google Class”, completou Válber Clarimundo, lembrando que o total de alunos que não tiveram notas durante o ano letivo atípico foi 64, o que representa 0,6% do total de 10.501 alunos da rede.

Nirceu Vidal dos Santos, que é assessor de tecnologia educacional do NRE de Ivaiporã, reforçou que o aluno que não teve condições de acesso, por não ter a tecnologia adequada, teve a opção de estudar com o material impresso, por isso não houve desistências e nem perda do ano letivo.

Comentários