Depen consegue evitar execução de preso na cadeia de Ivaiporã

Imagem da notícia.

A cadeia de Ivaiporã viveu momentos de tensão na noite da sexta-feira, 27 de novembro, quando pelo menos dois detentos ameaçavam executar outro preso, dentro da carceragem.

Segundo informações, o setor de inteligência do DEPEN (Departamento Penitenciário de Londrina) descobriu o plano para a execução do detento e agiu antes que a ação fosse concretizada.

A negociação para a libertação do preso demorou cerca de 4 horas e contou com a participação efetiva dos agentes Cazoni e Patrick. O comandante da Polícia Militar de Ivaiporã, major Élio Boing, também acompanhou o encerramento das negociações.

O Soe de Londrina chegou a ser mobilizado, mas não houve necessidade de deslocamento, já que os agentes conseguiram realizar a libertação do detento. A motivação seria um desentendimento entre facções criminosas. O detento, que seria executado, pertenceria a uma facção que faz oposição à uma facção rival, que domina a maior parte dos presídios no Brasil.

O detento ameaçado foi colocado em segurança e o chefe da regional do DEPEN de Londrina, Nilton Cesar Santos Garcia, elogiou o trabalho dos agentes e disse que a intervenção dos guardas da cadeia salvou a vida de uma pessoa. “Independente se ele está preso ou não é uma vida que foi salva, graça à ação firme dos agentes do DEPEN”, disse.