Proposta da educação de Ivaiporã será apresentada no Encontro Paranaense de Alimentação Escolar

Daiane Sales faz reunião com profissionais da educação

Daiane Sales faz reunião com profissionais da educação

A pandemia causada pela Covid-19 mudou a rotina de uma série de profissionais. A suspensão das aulas presenciais também mexeu com muitas pessoas que atuavam nos estabelecimentos de ensino, como professores, alunos, merendeiras, serventes, auxiliares de educação infantil, entre outros.

Para tentar amenizar um pouco a ansiedade desses profissionais e mantê-los ocupados, a Secretaria Municipal de Educação organizou dois grupos de whatsapp com auxiliares de educação infantil, merendeiras, serventes, secretários das escolas, diretores e coordenadores dos Centros Municipais de Educação Infantil. “O objetivo é que eles trabalhem diversos assuntos, tanto os relacionados à pandemia como às questões que envolvem diretamente o trabalho, como saúde mental, alimentação saudável, gestão do tempo, afetividade e saúde”, cita a nutricionista Daiane Beatriz Sales, organizadora do grupo.

Todas as semanas são disponibilizadas nos grupos, além do material para a leitura como vídeos, filmes e reuniões online, temas que envolvem outras áreas profissionais como psicologia, enfermagem e os protocolos de higiene e boas condutas, já pensando em uma possível retomada das atividades.

Daiane Sales explica que esse projeto foi inscrito e apresentado em uma Mostra da Fatec. Ele também foi selecionado para ser um dos dez projetos apresentados durante o Encontro Paranaense de Alimentação Escolar. A gravação ocorreu na sexta-feira, dia 20 de novembro, e a apresentação está marcada para as 9h50 desta quinta-feira, dia 26 de novembro. Ainda durante o encontro ocorrerão oficinas com diversos temas e serão disponibilizados links para que os funcionários da educação que participam do projeto possam acompanhar.

Daiane Sales ressalta que o trabalho contou com o apoio de toda a equipe multidisciplinar da Secretaria de Educação, com a participação da psicóloga, fonoaudióloga, coordenadora de Educação Infantil, psicopedagoga, nutricionista e coordenadora de Educação Infantil. “Montamos uma equipe técnica e trabalhamos vários assuntos pertinentes a cada uma das áreas”, frisa.

A nutricionista acredita que, mesmo que as aulas presenciais retornem, o grupo deve ser mantido, pois essa é uma forma de capacitá-los e mantê-los atualizados. “Vejo que esse canal de comunicação foi aberto e pode ser usado como uma forma de trabalho, já que é algo que possibilita que a gente se reúna e possa abrir esse canal durante 30 a 40 minutos”, comenta.

A secretária municipal de Educação, Rose Sirço, ressalta que a pandemia da Covid-19 trouxe muitos desafios aos educadores e órgãos de ensino, e os profissionais da educação do município têm se superado para conseguir manter a qualidade dos serviços e do ensino nas escolas municipais. “O uso de novas tecnologias e metodologias é uma realidade e temos procurado apoiá-lo em todos os aspectos da educação”, afirma Rose Sirço.