IAT de Pitanga faz apreensão de 84 pássaros de criadores clandestinos

Pássaros são apreendidos com criadores irregulares

Pássaros são apreendidos com criadores irregulares

O Instituto Água e Terra de Pitanga (IAT), contando com o apoio de técnicos dos escritórios regionais de Umuarama e Campo Mourão e da Força Verde do Batalhão de Guarapuava, realizou a Operação Voo Livre nas cidades de Pitanga e Laranjal, onde foram apreendidos 84 pássaros da fauna silvestre, que eram criados de forma irregular. Os animais são de 13 espécimes diferentes: azulão, bigodinho, canário terra, trinca-ferro, pintasilgo, sabiá, entre outros.

O chefe do escritório regional do IAT de Pitanga, Elmiro Genero, comenta que a iniciativa era realizar uma fiscalização nos criadores amadores cadastrados no sistema do Instituto Água e Terra. A presença dos técnicos de outros escritórios regionais tinha como objetivo a capacitação dos profissionais de Pitanga e a fiscalização nesses criadores regulares. No entanto, durante a incursão foram encontrados pássaros que não estavam no sistema e criadores clandestinos. Os animais foram recolhidos e levados para a sede do IAT de Pitanga, para uma destinação correta.

Os criadores flagrados com os animais irregulares serão atuados e multados. A multa é de R$ 500 para cada pássaro apreendido e, para animais em risco de extinção, o valor da autuação pode chegar a R$ 5 mil, além de outras punições.

Imagem da notícia.
Imagem da notícia.

Comentários